RCC e a "maldição Hereditária"


Fonte: “Identidade Católica“.

ENQUANTO OS BISPOS DORMEM…PREVARICAM… A RCC E A CN CONTINUAM SE ALIMENTANDO DE ERVAS DANINHAS E INTOXICANDO OS FIÉIS COM O VENENO DA HERESIA

RCC E A CRENÇA PROTESTANTE DAS MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS

 

É sabido que a crença herética das maldições hereditárias é uma das marcas da seita pentecostal Renascer em Cristo e de muita importância também na seita de Edir Macedo, a IURD (Cf. MARIANO, Ricardo. Neopentecostalismo: sociologia do novo pentecostalismo no Brasil; São Paulo: Loyola; 1999, p.137).

Além de ser crença compartilhada por outras “igrejolas” neopentecostais, é compartilhada também por diversos grupos da RCC e alguns padres da Canção Nova. Aliás, a RCC e a CN compartilha com a heresia protestante diversos elementos heterodoxos(Batismo no Espírito Santo, Oração em Línguas, repouso no espírito, etc…). Aqui citaremos apenas afirmações sobre a crença nas maldições hereditárias. (E muitos ainda insistem em negar que RCC e CN são veículos da heresia protestante. Não há como negar)

 

A primeira referência desta crença na RCC foi no IX Cenáculo de Maria da RCC de São Sebastião – SP, em que a pregadora, vinda da diocese de Lorena (mesma diocese da Canção Nova), discursou: “Vamos orar para expulsar o espírito de pobreza, o espírito de Satanás, para tirar a maldição que colocaram na sua vida. Vamos todos orar: eu renuncio a toda depressão, a toda opressão maligna, vamos orar em línguas, eu rejeito toda miséria, eu rejeito toda maldição hereditária, toda feitiçaria, toda macumbaria (…)” (ALVES, Sônia Cantão; Testemunho dado no IX Cenáculo de Maria da RCC de São Sebastião, SP em 09/10/2005)

É possível encontrar toda uma oração dedicada à expulsão das maldições hereditárias maternais de autoria do Padre Marcelo Rossi. (Cf. REVISTA SALMOS E ANJOS, 2006) e o próprio Pe. Jonas Abib também afirma a existência das maldições hereditárias. (Cf. ABIB, Jonas. Sim, Sim! Não, Não! Cachoeira Paulista: Editora Canção Nova; 2005; 21ª ed)

Nos acampamentos de “cura e libertação” ainda se insiste nisso e ainda se confere “poder” à macumba ! (que mentalidade supersticiosa).

Vejam no link abaixo, a oração do Padre Manoel Sabino, Fundador da Comunidade Servos do Bom Pastor:

http://www.cancaonova.com/portal/canais/eventos/novoeventos/cobertura.php?cod=107&pre=345&tit=Para%20Deus%20nada%20%C3%A9%20imposs%C3%ADvel

e mais, pelo Padre Vagner Baia, aqui:

http://blog.cancaonova.com/padrevagnerbaia/2008/11/24/oracoes-para-libertaces-de-maldicoes/

E uma “missa de quebra de maldições”, aqui:

http://blog.cancaonova.com/cuiaba/archives/tag/padre-vagner-baia

e aqui:

http://blog.cancaonova.com/cuiaba/archives/4156

e logo no link abaixo, uma oração do Missionário da Comunidade Canção Nova, Márcio Mendes (marciomendes@cancaonova.com) formado em “teologia”, autor dos livros “Quando só Deus é a resposta” e “Vencendo aflições, alcançando milagres”.

Cito um trecho: “Senhor Jesus, peço que quebres todo julgo hereditário que pesa sobre mim, todas as maldições, taras, tendências para o mal… Que tudo o que me foi comunicado pelos meus antepassados seja tocado pelo Teu sangue redentor” confira aqui:

http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?id=&e=8311

 

 

 

About these ads

24 Respostas to “RCC e a "maldição Hereditária"”

  1. Filho do céu Says:

    Eu queria saber o que há de mentira nessas pregações e o que vcs ousam dizer quando reproduzem: “Enquanto os bispos dormem…prevaricam…” e queria muito saber de que ponto vocês partem para terem a audácia maldita de ridicularizar a função do Pe. Vagner Baia. Se ele não entender desse assunto, é óbvio que vcs entenderão né, afinal o exorcista (escolhido e enviado pelo vaticano) é um de vcs e por algum motivo óbvio (talvez minha profunda ignorância) eu não o tenha percebido.
    Pobres! Muito pobres vcs, tanto de espírito quanto de fé e verdade…
    Ps.: Pelo amor de Deus, se esse espírito maldito de discórdia os aflige tanto, ao menos, se ainda existir como, tenham o mínimo de discernimento ao citar os senhores bispos! Nem que eles prevaricassem, não lhes foi dada autoridade para referir-se a eles assim.
    Deus os ilumine…

  2. Moisés Says:

    1- O que há de mentira nessas “pregações”: a crença da “maldição hereditária” não é uma Doutrina Católica. Preciso repetir o que o artigo inicia dizendo? Então aí vai:É sabido que a crença herética das maldições hereditárias é uma das marcas da seita pentecostal Renascer em Cristo e de muita importância também na seita de Edir Macedo, a IURD (Cf. MARIANO, Ricardo. Neopentecostalismo: sociologia do novo pentecostalismo no Brasil; São Paulo: Loyola; 1999, p.137)..

    2-Quanto a pobreza de espírito: muito grato pela afirmação pois “Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus!“(Mt5, 3). E compreendo também que essa não era a intenção de sua afirmação, mas também fico feliz por isso pois “Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem“(Mt5, 11).

    3-Já quanto aos senhores bispos:o Código de Direito Canônico, no Livro II, I parte, Título I, quando trata dos direitos dos fiéis cristãos em geral, diz no seu Cânon 212, parágrafo 3.o:

    § 3. De acordo com a ciência, a competência e o prestígio de que gozam, têm o direito e, às vezes, até o dever de manifestar aos Pastores sagrados a própria opinião sobre o que afeta o bem da Igreja e, ressalvado a integridade da fé e dos costumes e a reverência para com os Pastores, e levando em conta a utilidade comum e a dignidade das pessoas, dêem a conhecer essa sua opinião também aos outros fiéis.

  3. Filho do céu Says:

    Exatamente, pobres de espírito: e vc entendeu o que eu disse com isso. Ainda reitero que não vejo calúnia, porque colhendo os dardos que vc andam lançando por aqui, eu percebi que vcs vivem mais de reacionismos do que de fé. Que pena! Quanto ao que o canôn diz a respeito de nosso dever de ser claros com os bispos: “(…)ressalvado a integridade da fé e dos costumes e a ‘reverência para com os Pastores’,e levando em conta a utilidade comum e a dignidade das pessoas, dêem a conhecer essa sua opinião também aos outros fiéis.” Entendeu? Vc mesmo respondeu dizendo aqui a maneira como se deve dirigir quem fala de um bispo, sem perder a reverência. Foi exatamente o que eu disse: mais discernimento e mais respeito, porque realmente não lhe foi dada autoridade para referir-se a eles assim.
    Sem nenhuma hipocrisia, que Deus lhes abençoe!

  4. Moisés Says:

    Prezado Filho do Céu, a paz de Jesus e o amor de Maria!
    Bom, pelo que vejo, a primeira parte você entendeu também, de que a tal “maldição hereditária” é fruto da heresia protestante, como lhe disse anteriormente, e você não rebateu.
    Note também que você põe em oposição a Razão e a Fé com a expressão “vcs vivem mais de reacionismos do que de fé”, mas quero lhe dizer caro Filho do Céu que Razão e Fé são inseparáveis. Veja o que diz o Catecismo da Igreja Católica:”Deus quis revelar-se ao homem e dar-lhe a graça de poder acolher esta revelação na fé. Contudo, as provas da existência de Deus podem dispor à fé e ajudar a ver que a fé não se opõe à razão humana“(CIC 35).
    Já sobre os bispos… Não se perdeu reverência alguma. Não se perde reverência quando se diz a verdade, pelo contrário! Prevaricar, palavra utilizado no artigo em questão (diga-se de passagem não escrito por mim), significa, de acordo com o Dicionário Michaelis “Proceder mal; transgredir a moral, os bons costumes“, ou ainda “Faltar, por interesse ou má-fé, aos deveres de seu cargo” e é exatamente o que a grande maioria dos bispos católicos brasileiros fazem quando assistem, silenciam ou apoiam a divulgação de tais heresias, como esta da “maldição hereditária”, e nada fazem.

  5. Filho do céu Says:

    Sob sua (de todo o blog) ótica afetada, sequer dizer que os bispos “(…) trangridem a moral (…)”, ou que alguns o fazem, parece falta de reverência (e não se preocupe, eu tomei o cuidado de ler o dicionário antes de escrever meus comentários para não ser pego de surpresa quando vc viesse me ensinar o que prevaricar significa). Absurdo! Eu acredito no jugo hereditário e acho que padres tão bem instruídos não fariam divulgação de assuntos tão polêmicos se não soubessem do que falam, em especial Pe. Vagner Baia, cujo ministério é esse. Não pus em xeque, ou ao menos não quis que se entedesse isso: que razão e fé podem se apartar. Eu não disse que vcs precisam viver só de fé, mas disse sim que seu reacionismo parece mais uma revolta que indignação, visto pelos posts desse blog. Isso soa a perseguição e acredite: infrutífera, agora e à frente, porque antes dos seus conhecimentos doutrinários está o amor do Cristo, que se manifesta de forma misericordiosa sobre os leigos que o buscam, seja da “forma errada” como for (caso contrário sequer à porta da Igreja protestante o Espírito Santo chegaria. Deus é amor meu irmão, lembre-se disso!). Que forma errada é essa? Amigo, (isso para qualquer um que esteja acompanhando essa conversa) se os senhores bispos, bons pastores, eleitos de Deus e representantes dEle não estão acusando o povo e excomungando esses “padres energúmenos” é porque eles,antes de tudo, conhecem como Deus é de fato. Não estão prevaricando como a cabeça dessa santa criatura, que escreveu esse post, pensa, mas sendo misericordiosos com o povo. Acredite! Seria tão mais legal falar de Deus e pregar uma fé católica convicta e frutífera ao invés de ficar, a exemplo de nossos irmãos protestantes, atirando pedras no ramo mais bonito da árvore da vida:a Igreja.
    Cristo é a videira, certo? Ore para que os maus ramos sejam cortados para dar espaço à vida nova. Isso será muito melhor do que lançar dardos inflamados via internet.
    Um abraço forte. Graça e paz!

  6. Moisés Says:

    Prezado, continuo lhe afirmando que dizer a verdade não é falta de reverência.
    Não me surpreende você acreditar nesta “maldição hereditária”, mas o fato de um padre pregar sobre isto não faz com que este assunto seja correto. Tem tantos padres por aí pregando verdadeiras heresias, do tipo que negam a Presença Real de Jesus na Eucaristia e que há salvação fora da Igreja, e nem por isso elas são corretas. Diante do cenário atual eu não afirmaria que “padres tão bem instruídos não fariam divulgação de assuntos tão polêmicos se não soubessem do que falam”, pois, como disse, existem padres muito famosos pregando verdadeiras heresias.
    Outra afirmação absurda sua: “caso contrário sequer à porta da Igreja protestante o Espírito Santo chegaria”, e realmente não chegou! O protestantismo é uma heresia condenada pelo Concílio de Trento.
    Esta idéia que você tem de misericórdia é totalmente contrária à misericórdia cristã. Um pai que vê seu filho pondo a mão na toca de uma cobra terá que obrigatoriamente repreende-lo ou estará prevaricando de sua responsabilidade de pai, e consequentemente prejudicando seu próprio filho. Corrigir não é falta de misericórdia, pelo contrário!
    Mostre-me, por favor, em que momento atirei pedras na Igreja? É você que afirma absurdos, como Espírito Santo no protestantismo e a tal “maldição hereditária”. Isto é outro absurdo, pois o próprio Jesus desmascarou esta mentira: “Caminhando, viu Jesus um cego de nascença.Os seus discípulos indagaram dele: Mestre, quem pecou, este homem ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem este pecou nem seus pais, mas é necessário que nele se manifestem as obras de Deus.” (Jo9, 1-3)
    Analise e seja mais misericordioso em suas respostas.
    Moisés Gomes de Lima
    10 de setembro de 2009, Icó – CE.

  7. Filho do céu Says:

    Irmão, o que acontece no protestantismo, além das inúmeras heresias? Deus não age lá, o Espírito não “vai” até lá? Quanta presunção! Sabidamente estamos com a verdade, mas não detemos Deus porque Ele nos quis católicos e aceitamos, e melhor ainda, confirmamos isso no crisma. Ele encontra os protestantes mesmo nesse mundo de enganação que eles vivem. Tenho muito medo de ser teórico demais e pouco “testemunho”. É importante ser TESTEMUNHO. Sei que o que queres é “desfazer” essa enganação da cabeça das pessoas. Eu só tenho lhe repreendido, ou melhor, exortado a ser menos agressivo. É realmente possível falar tudo que nos vem à mente sem sequer agredir ninguém. Pense nisso! E sejamos nós mais misericordiosos e não só nessa conversa, mas na nossa missão como cristãos que conhecem a verdade do Cristo, muito embora divirjamos em certos pontos. Graças a DEUS! Embora discordemos em vários pontos, só fica evidente o quão grande é a Igreja e nem que quiséssemos a conheceríamos por inteiro.
    Graça e paz!

  8. Moisés Says:

    Prezado Filho do Céu, a paz de Jesus e o amor de Maria.

    Não, o Espírito Santo não está no protestantismo, nem em qual quer falsa religião, e isso não é presunção.
    A única e verdadeira Religião é a Católica, a Igreja Católica é a Única e Verdadeira Igreja de Cristo: “Uma, santa, católica e apostólica: esta é a Igreja que devemos crer e professar já que é isso o que a ensina a fé. Nesta Igreja cremos com firmeza e com simplicidade testemunhamos. Fora dela não há salvação, nem remissão dos pecados, como declara o esposo no Cântico: “Uma só é minha pomba semdefeito. Uma só a preferida pela mãe que a gerou” (Ct 6,9). Ela representa o único corpo místico, cujacabeça é Cristo e Deus é a cabeça de Cristo. Nela existe “um só Senhor, uma só fé e um só batismo” (Ef4,5)” ( Bula Unam Sanctam, papa Bonifácio VIII).
    É preciso considerar em primeiro lugar que todo aquele que não está com Cristo está contra Cristo. Assim, todo protestante que nega a verdadeira Igreja instituída por Cristo está de fato contra Cristo” (Libório, Marcos – “Salvação dos protestantes”), logo caro Filho do Céu, quem está contra Cristo não está com o Espírito Santo, logicamente.
    Embora o Espírito Santo dê as graças suficientes para a conversão das pessoas em particular, não atua de forma alguma nas falsas religiões, pois isso seria autorizar o erro. Seria como se Deus, no Antigo Testamento, tivesse se manifestado nos templos pagãos, assim como se manifestava no templo judaico. Pois sabemos que os deuses dos pagãos eram demônios.”(idem).
    Você afirma muito bem uma das minhas intenções: “‘desfazer’ essa enganação da cabeça das pessoas”, pessoas como você que acha o catolicismo “presunçoso” o que de fato não o é.
    O que estou fazendo aqui Filho do Céu (qual é seu nome mesmo hein?), não seria testemunho? Não estou eu aqui testemunhando a Verdade pra você?
    Ser misericordioso Filho do Céu é o que estou sendo com você! Eu poderia deixar você no erro, deixar você achando que a tal “maldição hereditária” é verdadeira, ou ainda que há algo de bom no protestantismo, uma falsa religião. Mas não! Eu não posso fazer isso, seria falta de misericórdia e também estaria “prevaricando” de meu dever de cristão.
    Em nem um momento agredi alguém! Por que você me acusa disso?
    Você não está me exortando não senhor. Você está e sempre esteve me acusando, pelo menos quanto à este assunto. Veja que quando estive errado, em outro post, eu voltei atrás, e ainda deixei o meu erro exposto para que todos vissem que não sou perfeito, mas a Doutrina da Igreja é perfeita, e estou correto quando à defendo.
    Por que você também não reconhece estar errado? Por que não aceita que a Igreja Católica é a Única e Verdadeira e fora da qual não há salvação? Por que não rejeita esta falsidade de “maldição hereditária”, onde o próprio Cristo a desmente? Por que me ataca e me acusa? Em nem um momento até agora você citou um trecho se quer da Doutrina da Igreja que comprove a tal “maldição hereditária” (algo que não existe e você não vai encontrar mesmo), ou até mesmo o absurdo de que o Espírito Santo esteja no protestantismo.
    A Igreja é realmente grande, mas é Una, entendeu bem? Una! Ela é Una em sua Doutrina, nela não há contradições, pois a Igreja é assistida permanentemente pelo Espírito Santo (cf. Catecismo da Igreja Católica, 767) e está livre de erros. Não discordamos em vários pontos. Você é que desconhece vários pontos da Doutrina, isso sim.
    Por que esses padres que você assiste não ensinam isso? Por que, pelo contrário, ensinam heresias?
    Caro Filho do Céu, para e pense, com toda a sinceridade, você já parou pra pensar e ter a humildade de que você e estes padres estão errados? Estude Filho do Céu, estude e você verá que a Doutrina da Igreja condena grande parte do que estes padres ensinam a torto e a direito.
    Quer um exemplo?: tem padre que nega a Presença Real de Jesus na Eucaristia, tem padre que diz que há salvação no protestantismo, tem padre que ensina a tal “maldição hereditária”, etc.
    E não fui, nem estou sendo agressivo não! Ainda nem comecei a chamar ninguém de “Raça de víboras” (Mt3, 7), de “Serpentes” (Mt23, 33), de “hipócritas” (Mt23, 29) ou ainda de “sepulcros caiados” (Mt23, 27). Mas as vezes se faz necessário sim agressividade, ou você condenaria quem disse estas “agressões” que citei?
    Que Deus nos abençoe e Maria nos guarde!

    Moisés Gomes de Lima, 11 de setembro de 2009.

    Icó – CE

  9. Filho do céu Says:

    Quanta presunção! Perdoe-me irmão, mas realmente: quanta presunção… Perdoe-me Moisés, mas realmente discordo de vc. Perdoe-me se não estou sendo “humilde” o suficiente, mas realmente ainda vejo muita discórdia em suas palavras e em muitas outras coisas nesse blog. Acho que não é mesmo tão relevante o que vcs veiculam aqui e acredito, piamente, que perdi meu tempo discutindo tudo isso. Apenas para lembrá-lo: vi pouco equilíbrio entre sua razão e fé. Muita razão, pouca fé, e não porque vc condena essas “heresias”, mas porque parece ignorar realmente quem é Deus, além de toda teoria que vc tem a respeito dEle. A Igreja é realmente infalível e assistida todo tempo pelo Espírito Santo, mas as vezes eu realmente me pergunto se é desse tipo de “proteção” que ela precisa, visto, aparentemente, segundo sua ótica, ela viver sob ameaça. Que ameaça é tão grande assim irmão, se ela é infalível e integralmente assistida por Deus? Bom, eu gastaria meu tempo e minha vida levando Deus às pessoas, e se vc não entendeu depois de tantos recados o que eu pretendia lhe dizer, é porque realmente não valerá a pena, nem sequer se eu falasse desse Deus q vc não conhece, ou muito menos se fizesse as belas citações do cânon romano, do CIC, da bíblia, enfim, que vc realmente acredita me surpreenderem. E acho o máximo vc achar mesmo que eu entraria nessa dicussão pra falar de coisas que desconheço. Contudo, como aquilo que antes era para ser um toque apenas, dentro do seu mundo de fantasia, virou uma perseguição, prefiro não perder mais meu tempo.
    PAZ!

    E prometo, se isso te parece humilde, estudar sobre esse assunto a respeito do qual vc sabe tanto (e afinal, a respeito do que vc não sabe? Isso é que eu me pergunto. Vc sabe tudo!)e me tornar um “católico de verdade”, porque afinal, vc sim o é.

  10. Moisés Says:

    Vamos então resumir toda esta conversa:
    - “maldição hereditária” –> Não é Doutrina Católica;
    - “Salvação fora da Igreja” –> Não é Doutrina Católica;
    - “Espírito Santo no protestantismo” –> Não é Doutrina Católica.

    Se você é católico você deve seguir os ensinamentos católicos.
    Que Deus nos abençoe e Maria nos guarde!

  11. Valdir A.C. Says:

    Filho do Céu, me perdoe… mas o que vc insiste em defender não é catolicismo e sim protestantismo e gnosticismo (sinagoga de satanás), ou seja: Heresia! Procure um bom padre (padre mesmo… de verdade!) e faça uma boa confissão e peça para fazer a renovação de sua Confissão de Fé! Ah… siga o conselho do Moyses: Estude!!

  12. Ivan Carlos Says:

    Paulo é o ESCOLHIDO DE SATANÁS para “confundir” a Igreja de Cristo; não fosse suas epístolas satânicas, nenhuma “falsa seita” teria embasamento para se difundir.
    Afastei-me da Igreja Católica, una e santa; mas não deixei de professar a minha fé. Rezo a Deus, que pelo seu Espírito de verdade, traga aos Santos da Igreja a clarividência sobre o mal que representam as mensagens de Paulo, e desqualifique-as da Palavra de Deus. Pois, particularmente, atribuo a ele e suas epístolas, tudo o que de ruim aconteceu, e continua acontecendo, dentro da Igreja.

    Paz e bem!

  13. Ivan Carlos Says:

    Sobre a primeira pergunta que vc fez, Moisés: para eu lhe dar uma resposta adequada, aí sim, desviaria do assunto do post. Então, se surgir a oportunidade, estarei disposto a esclarecer a minha “idéia absurda”. Ok? Mas, para não parecer que não tenho algum fundamento para pensar assim, antecipo algo a respeito: Paulo, se converteu no “sobrenatural” e, praticamente ignora a vida terrena de Jesus. Ele não dá testemunho de Jesus-Homem, e aquele não proclama que a existência histórica de Jesus, não tem o Espírito de Deus (Jo, 4, 2-3). Teria muitas razões a expor sobre as controvérsias das epístolas de Paulo, se comparadas aos ensinamentos de Jesus.

    Levando em conta o que penso a respeito de Paulo, e considerando que esse movimento-carismático-renovado, que deu origem a tudo que se vê por aí: pentecostais, neo-pentecostais, igrejas renovadas e a RCC, se sustentam nos ensinamentos de Paulo e não de Jesus… Talvez assim, fique melhor entendido o meu desabafo.

    Paz e bem!

  14. Moisés Says:

    Olá Ivan, a paz de Jesus e o amor de Maria!
    Mas a má interpretação bíblica destes grupos, como a RCC, não é culpa de São Paulo. A Igreja têm a autoridade e a verdadeira interpretação bíblica, e não vê São Paulo como você. No entanto encerremos este assunto por aqui e abordemos em um post mais apropriado, ok?
    O que é certo, com relação a este post, é que a tal “maldição hereditária” é uma falácia.
    E fiquemos sempre com a Igreja.

  15. Roberto Says:

    “Paz a esta casa.” São Mateus 10, 12
    Puxa, Moisés, mais claro que você foi com Filho do Céu é impossível. O que ele faz, já que não tem argumentação? Apela para o clássico “tá bom, voc~e sabe tudo, eu não sei nada”. Falsa modéstia. O linguajar dele é típico de pentescostais (espírito disso, espírito daquilo, …).
    Moisés, ele ouviu, mas não quis entender.Como pode existir “católicos” assim? Isto não é diversidade, é falsidade. Estão sendo enganados! É cego guiando cego…
    Deus os abençoe.

    §|Olhar Católico|§
    Concordo plenamente Roberto!

  16. Musicrald Says:

    Ah Moisés… eu já não perco tanto tempo discutindo, pois como o Roberto bem disse, não há argumentação da parte contrária. Todos se dizem católicos, falam de obediência, mas na hora do vamos ver cada um faz sua interpretação e pronto.
    Engraçado que diz ser uma presunção afirmar que o Espírito Santo não age eclesialmente no protestantismo. Então também seria presunção afirmar que o contrário, pois quem já conversou diretamente com o Espírito Santo para saber? Pra quem é católico, basta acreditar no que a Igreja Católica ensina e não em meias verdades. Eu prefiro ficar com a Igreja Católica, onde posso conhecer sua doutrina através do Catecismo.

    Pra descontrair, descobri que o Roberto Carlos é carismático, porque “são tantas emoções”, sic.

  17. Lucas Says:

    Apenas para reforçar tudo o que já foi comentado, diante da verdade todo argumento falso se desfaz e pudemos ver isso aqui. O Espirito de Deus não é um Espirito de divisão, não pode apoiar aquilo que se contradiz. A tolerancia permitiu que essas heresias adentrassem nas comunidades e quão penoso é tentar trazê-los de volta à verdade. Não há verdade professada em qualquer seita que não esteja integralmente na Doutrina Catolica, e uma verdade incompleta é uma mentira inteira. Nós como homens que somos temos erros mas a Doutrina que defendemos não, por isso não podemos ter “divergencia em certos pontos”, em ponto algum. A Igreja mais do que nunca vive ameaçada, infeliz do catolico que é incapaz de reconhecer os sinais dos tempos. Que busca multidões quando Jesus mesmo diz: “Por acaso acharei fé sobre a Terra?”. Sejamos mais agressivos com os erros que tentam se assimilar à Doutrina Santa, intolerantes à eles, misericórdia e justiça possuem a mesma medida. Se um dia defendermos alguma mentira ela certamente cairá diante da verdade (Assim como São Paulo antes da conversão) e ficaremos gratos por isso.
    “O zelo por tua casa me consumirá”

    Vinde Senhor Jesus!

  18. Daniela Says:

    Porque ao invés de ficarem tentando mostrar quem está certo ou errado vocês não vão rezar e fazer caridade? Ninguém aqui tem o direito de julgar um ao outro, pois issa é direito único e exclusivo de Jesus. Talvez se estudarem um pouco mais a bíblia saberão disso e também, que a atitude de apontar os defeitos alheios é repudiada pelo Senhor Nosso Deus. Ele deixa bem claro isso quando repreende os farizeus, que, mesmo estando em constante adoração a Ele, foram repreendidos fortemente por Jesus ao se acharem no direito de apontar as falhas alheias. Deus tudo sabe, tudo vê e Ele se encarrega de mostrar aos seus filhos o caminho da salvação. Confiem em Jesus Cristo, ele sabe o que faz. A paz de Deus Pai, Filho e Espírito Santo e o amor de Maria esteja presente no coração de cada um de vocês!

  19. Leosson Says:

    Vergonhosamente, alguém como este site dizendo se defesor da Igreja, mas usando-o pra caluniar os filhos da Igreja que ele cita como hereticos(RCC, Pe Jonas, etc!), se Jesus voltasse hoje quem sabe nao diriam aos dirigentes desse pobre, aliás miserável site(uso este termo pois nada o mesmo traz de proveitoso): “Afasta-te de mim, não vos conheço!!”. Uso aqui as palavras do Papa João Paulo II em discurso ecumênico: ‘ainda que incompleto, todas as denomições cristãs trazem consigo semente do Evangelho de Cristo!!!’!!! Leiam a Biblia, os documentos oficiais da Igreja Catolica, quem vive estagnado no passado é museu!!! aleluia Senhor pela RCC, pela CN e tantas outras Obras Carismáticas Católicas, que tem servido ao senhor despertando o furor de Satanás!!!

    • Moisés Gomes Says:

      Ô glória! Aleluia irmão!
      O senhor é pastor de que denominação protestante?

  20. marcos Says:

    temos que estribar toda a discussão em documentos da igreja onde fala que isso é correto ou errado. onde fala no catecismo sobre maldição hereditária? que documento apoia ou condena isso?

    • Moisés Gomes Says:

      “Caminhando, viu Jesus um cego de nascença.Os seus discípulos indagaram dele: Mestre, quem pecou, este homem ou seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: Nem este pecou nem seus pais, mas é necessário que nele se manifestem as obras de Deus.” (Jo9, 1-3)

  21. Renan Says:

    Veja bem onde anda a mentalidade de muitos protestáticos ou grupinhos da RCC barulhentos, gente caindo ao chão, se dizendo católicos, iguais a seitas: votarão em Russomanno – Edir Macedo-Igreja-Universal-aborto-sessões-de-descarregos-nas-sextas-feiras – nessas eleições!
    Pensando bem: farinha do mesmo saco!

  22. Moisés Says:

    De onde você tirou esta idéia absurda Ivan!?
    E o que isso tem a ver com este post!?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

Blog do Madson

Tecnologia, Desenvolvimento web e muito mais...

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Tradição e ortodoxia católicas

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.731 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: