Como sempre ele é o ultimo a saber. Será?


O ultimo a saber

O ultimo a saber

 

Curiosamente, não coincidentemente, o Zelaya, infrigidor da Constituição de seu país, esteve semana passada no Brasil. Será que o Brasil não sabia de nada mesmo? Bom, tendo um presidente que é o ultimo a saber até mesmo dos mensalões de seu governo, ele vai saber o que acontece na embaixada de seu país em Honduras?

É notório também que a mídia, escrava da mentira, teima em chamar o governo legítimo de Honduras de “golpista”, assim como os países da América, que fecham os olhos para as barbáries dos ditatores latino-americanos e Cuba, apoiam mais um canalha que queria perpetuar-se no poder, que para isso, como os demais ditadores, tentou manipular a constituição de seu país. Mas Honduras não é a Venezuela, e viva a Honduras!

Anúncios

Com a palavra: Sir Isaac Newton


A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode. Isto fica sendo a minha última e mais elevada descoberta”. (Isaac Newton (1642-1727), fundador da física clássica e descobridor da lei da gravidade)

Publicado em Pensadores. Tags: . Leave a Comment »

Viva los ermanos médicos e advogados argentinos!


Advogados e médicos católicos rejeitam apologia do aborto de juíza na Argentina

BUENOS AIRES, 19 Set. 09 (ACI) .- A Corporação de Advogados Católicos e o Consórcio de Médicos Católicos de Buenos Aires rechaçaram energicamente a apologia do aborto realizada pela juíza Carmen Argibay, integrante da Corte Suprema, no Senado argentino.

Os advogados católicos explicaram que a apologia realizada pela juíza anti-vida “torna-se mais grave neste caso, por provir de um Ministro da Corte Suprema de Justiça”.

“A doutora Argibay, entre outros argumentos, afirmou que ‘não é o mesmo a vida antes do nascimento que depois, já que um feto não pode viver sem a mãe, não é independente até que nasce, e que, logo quando nasce, pode ser considerado pessoa desde o ponto de vista jurídico'”.

“Este singular critério da doutora Argibay, além de desconhecer o sentido comum, já que a independência de um menino demandará vários anos, arremete contra preceitos contidos em Tratados Internacionais, com fila constitucional e no Código Civil, que amparam a vida humana desde a concepção”, explicam os advogados.

Por isso, deploram “enfaticamente estas manifestações e denunciam o perigo que corre a sociedade, porque provêm de um membro do mais alto Tribunal da Nação”.

Rechaço médico

Por sua parte, os médicos católicos recordam primeiro que “é uma realidade biológica que na concepção, quer dizer na união do óvulo com o espermatozóide, começa uma nova vida humana; um novo ser humano que tem que ser tratado com o mesmo respeito que merece qualquer pessoa humana”

Depois de explicar que todo aborto “é um atentado contra a lei natural” que está por cima de “qualquer crença religiosa”, o Consórcio de Médicos Católicos recorda que é tarefa de quem exerce a medicina “atuar respeitando a vida humana do não nascido sempre e em todos os casos”

Nessa linha, prosseguem, “as autoridades públicas devem cumprir suas funções conforme à ordem natural, sem dar pé à aberração de que alguns seres humanos possam ser assassinados legalmente por outros, por muito crítica e dolorosa que seja a situação pela qual estes estejam passando”.

“Se a vida humana do não nascido –o ser humano mais fraco e indefeso– se submete a debates, a consensos ou a negociações políticas, priva-se de sustento a todos outros direitos humanos”, advertem.

Ante as tentativas de despenalizar o aborto na Argentina e nas vésperas do Bicentenário da independência, recordam finalmente que “é obrigação de todos construir sobre o bem comum e este só se consegue edificando sobre leis justas. Nenhuma sociedade se sustenta sobre leis iníquas”.

Viva la Repúblia Dominicana!


República Dominicana blinda a vida contra o aborto e a eutanásia

SANTO DOMINGO, 18 Set. 09 (ACI) .- Com uma votação de 128 votos a favor e 32 em contra, a Assembléia Nacional Revisora da República Dominicana ratificou ontem de noite o artigo 30 da Constituição nacional, aprovado em primeira leitura, no qual se estabelece o direito à vida e sua inviolabilidade desde a concepção até a morte.

Segundo , o jornal “Listín Diario”o novo texto assinala que “o direito à vida é inviolável desde a concepção até a morte. Não poderá estabelecer-se, pronunciar-se, em nenhum caso a pena de morte”.

Este triunfo pró-vida, assinala a nota editorial de hoje do mencionado jornal, arrebatou-lhe “uma ressonante vitória às forças que incansavelmente queriam desnaturalizá-lo ou desconhecê-lo”, entre as que se encontra a organização Anistia Internacional que junto com grupos feministas expressaram seu rechaço à nova norma.

A nota de Listín Diário adiciona que “uma maciça votação em apoio a este princípio demonstrou a essencial convicção do legislador dominicano quanto à defesa não só da criatura humana, mas também de toda pessoa, em qualquer etapa de sua existência, frente às tendências que tentam relativizar a vida”.

Seguidamente afirma que “em muitas sociedades ‘civilizadas’ é válido matar a criatura no ventre, por simples capricho ou porque a grávida não o deseje. Parte-se do suposto falso de que às 14 semanas o que está dentro ainda não é uma pessoa. Queriam, sutilmente, implantar aqui essa modalidade organizações e grupos pagos desde fora”.  

“Um de seus maiores esforços, truncados ontem à noite, era o de suprimir, no direito à vida, o preciso fundamento ‘desde sua concepção até a morte’, para deixar uma porta aberta ao aborto e à eutanásia ou a outras formas de interrupção da vida”, acrescenta.

Do mesmo modo, prossegue o editorial, “surgiram vozes para promover, como um suposto ‘direito’ da mulher, o abortar livremente, assim como a solicitude para a legalização dessa prática porque se considera estendida”.

“Se nos fiarmos desse argumento, teremos que legalizar também o consumo de drogas e reconhecer ao dependente o ‘direito’ a usar quantas substâncias degradantes e alucinógenas tenha vontade”, adverte o Listín Diário.

Finalmente, conclui o editorial, “impôs-se a decisão mais sensata e correta, quer dizer, a que deve respeito ao intuito do nosso Criador, Deus, que nos dá a vida gratuitamente e que reprova toda ação ou manipulação que atente contra ela”.

Publicado em Aborto. Tags: , , , . Leave a Comment »

Lula e seu "motor eleitoral"

PT USA O CÓDIGO DE ÉTICA E PUNE DOIS PARLAMENTARES SEUS COM RARO RIGOR. O QUE FOI QUE ELES FIZERAM?


Na noite de ontem, o Diretório Nacional do PT decidiu punir os deputados federais Luiz Bassuma (BA) e Henrique Afonso (AC). Por unanimidade, ambos tiveram seus direitos políticos suspensos por um ano e 90 dias, respectivamente. Não poderão votar nem ser votados nas instâncias partidárias ou discursar em nome do partido. É possível que Bassuma, nessas condições, não consiga nem mesmo se candidatar à reeleição. Uau! Será que este partido está, finalmente, se emendando? Afinal, o que ambos fizeram? Abaixo, segue um diálogo imaginário com um leitor otimista. Ele pergunta (em negrito) e eu respondo.

— Será, Reinaldo, que eles foram pegar dinheiro de Marcos Valério no Banco Rural?
— Besteira! Isso é permitido. Não dá punição.

— Então usaram recursos “não contabilizados” de campanha. Acertei?
— Bobagem! Isso é do jogo. Como você sabe, a campanha de Lula foi paga em moeda estrangeira, no exterior, com dinheiro de origem desconhecida.

— Já sei! Então integraram algum grupo de aloprados para fazer um dossiê falso contra adversários! Na mosca?
— Claro que não! Integrar grupo de aloprados é coisa tão importante, que todos aqueles que participaram daquela aventura eram do entorno do próprio presidente Lula. É coisa para gente graduada.

— Ah, então vamos ver: usaram, sei lá, a estrutura de um ministério, da Casa Civil por exemplo, para fazer outro dossiê contra adversários do governo.
— Errado! Quem faz isso acaba sendo considerado candidato natural à Presidência da República. Isso rende promoção no PT, jamais punição.

— Ah, então vai ver eles violaram o sigilo bancário de um caseiro. Coisa feia!
— Tolice. Isso não tem importância. Quem dá bola para caseiro?

Que diabo, então, fizeram esses dois para que toda a cúpula petista, sem exceção, decidisse ser tão severa? Bem, eles resolveram tornar pública a sua posição contrária à descriminação do aborto. Vocês entenderam direito e não precisam ler de novo. Alguns pecadilhos, no PT, como os listados acima, não têm grande importância. Mas defender o direito de um feto à vida, a depender de como seja feito, é incompatível com a ética petista. Eu já desconfiava que fosse assim. De fato, não sei o que ambos fazem no PT sendo o partido tão escancaradamente favorável à descriminação do aborto.

Como a gente nota, no PT, os que cometeram todos aqueles crimes, merecem uma segunda chance. Mas o feto não merece a única chance que tem. É a forma que a esquerda tem de ser humanista, de ser progressista. A direção recomendou ainda que Afonso não seja reconduzido à Comissão de Seguridade Social e da Família na Câmara dos Deputados. Só pode pertencer a uma comissão de família quem é favorável à morte dos fetos, entenderam?

É o PT aplicando o seu Código de Ética. Ele comporta, por exemplo, Ideli SaLvatti a defender Sarney com todos os “esses” e “erres”, mas não parlamentares que participam de uma marcha contra o aborto. Vejam que engaçado: a tal manifestação, sabe-se, teve o apoio de uma ONG que conseguiu dinheiro público para a sua realização etc — vocês conhecem aquela rotina típica de petistas e ONGs. Pô, aí já é demais, não é? Dinheiro público bem utilizado é aquele que financia marchas em defesa do aborto.

Um dia essa gente há de encontrar o lugar certo na história. Que seja logo!

 

Retirado de: Blog Reinaldo Azevedo

2º "torpedo" de Bento XVI à Teologia da Libertação no Brasil.


“É na diversidade essencial entre sacerdócio ministerial e sacerdócio comum que se entende a identidade específica dos fiéis ordenados e leigos. Por essa razão é necessário evitar a secularização dos sacerdotes e a clericalização dos leigos. Nessa perspectiva, portanto, os fiéis leigos devem empenhar-se em exprimir na realidade, inclusive através do empenho político, a visão antropológica cristã e a doutrina social da Igreja. Diversamente, os sacerdotes devem permanecer afastados de um engajamento pessoal na política, a fim de favorecerem a unidade e a comunhão de todos os fiéis e assim poderem ser uma referência para todos. É importante fazer crescer esta consciência nos sacerdotes, religiosos e fiéis leigos, encorajando e vigiando para que cada um possa sentir-se motivado a agir segundo o seu próprio estado(DISCURSO DO PAPA BENTO XVI AOS PRELADOS DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL DOS BISPOS DO BRASIL DO REGIONAL NORDESTE 2 EM VISITA “AD LIMINA APOSTOLORUM” Palácio Apostólico de Castel Gandolfo, Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009 – Destaque em vermelho feitos por mim).

 

não é a falta de presbíteros que justifica uma participação mais ativa e numerosa dos leigos” (idem)

Continue lendo »

FSSPX - Portugal

Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Movimento Magistrados para a Justiça

"Uma visão conservadora de temas relacionados ao Direito"

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Apologética católica

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Missa Tridentina em Brasília

Santa Missa no Rito Romano Tradicional

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

%d blogueiros gostam disto: