"Católicas pelo direito a decidir" são abortistas, adverte Arcebispo peruano


“Católicas pelo direito a decidir” são abortistas, adverte Arcebispo peruano

LIMA, 02 Out. 09 (ACI) .- O Arcebispo de Cusco, Dom Juan Antonio Pérez Ugarte, alertou aos fiéis católicos pela chegada ao Peru do grupo abortista “Católicas pelo direito a decidir” (CDD), uma associação que estaria formada por feministas do grupo Manuela Ramos que sob esta franquia “tentam confundir os fiéis e procuram promover o aborto”.

Conforme informa uma nota da Conferência Episcopal Peruana (CEP), este grupo anti-vida “chegou a Lima em agosto passado, e usam inapropriadamente o nome de ‘católicas’ com o propósito de surpreender as instituições da Igreja”.

O que procuram estas feministas, diz o texto da CEP, “é promover a despenalização do aborto no Peru e América Latina, favorecendo a legalização dos ‘novos tipos de família’ ou as uniões homossexuais”.

Por estas razões, explica a nota, Dom Ugarte, “ecoando da preocupação da Coordenadora Nacional Unidos pela Vida e a Família, recomenda a todos os sacerdotes, em especial de sua Arquidiocese, a que alertem os fiéis e evitem a infiltração e difusão de idéias contrárias à doutrina de nossa fé”.

Quem são elas?

A junta diretiva das CDD no Peru está formada pela Eliana Cano Seminario, Kelly Cieza Guevara, Gioconda Diéguez Monzón, Eleana Rodríguez Valero e Raquel Asencios Angulo, feministas militantes de Manuela Ramos.

Este grupo foi baseado em 1970 para promover o aborto. Sua estratégia é confundir os paroquianos e sua agenda fomenta a anti-concepção, a esterilização, o lesbianismo, a homossexualidade, o feminismo radical e as doutrinas New Age.

Embora se apresentem como um grupo de laicas católicas dissidentes, as CDD foram denunciadas por bispos e entidades pró-vida em vários países do mundo como uma organização anti-católica, anti-vida e anti-familia.

Seu primeiro presidente foi o ex-sacerdote jesuíta Joseph O’Rourke expulso da Companhia de Jesus em 1974. Entre 1980 e 2007 sua presidenta foi a ex-religiosa Frances Kissling, que trabalhou como diretora de uma das primeiras clínicas de aborto legal em Nova Iorque e é fundadora da Federação Nacional do Aborto.

Kissling apresentou sua organização como se fora a voz legítima de dissensão entre os católicos.

Em todos estes países nos que se encontram, as CDD elas formam um frente abortista que recruta personalidades do mundo feminista anti-católico. Carecem de bases, não têm representatividade numérica e recebem financiamento de transnacionais abortistas e da fundação Playboy, cujos recursos provêm da distribuição de revistas e filmes pornográficos.

Embora assegurem que foram “fundadas” no Peru a inícios deste ano, já no ano 2005 o Arcebispado de Lima advertiu por encargo da Secretaria de Estado do Vaticano sobre uma campanha das CDD no Peru para reunir assinaturas de líderes religiosos a favor do conceito de “saúde reprodutiva”, que inclui o aborto, na cúpula Millennium+5 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Falso frade

Em sua apresentação no mês de agosto em Lima, as CDD promoveram uma conferência do falso frade mexicano Julián Cruzalta, quem abandonou há cinco anos os dominicanos e ganha a vida dando conversas sobre a “urgência” de mudar a doutrina católica para favorecer a legalização do aborto.

Embora se apresente como “Frei Julián Cruzalta O.P.”, o auto-proclamado perito em teologia moral foi desautorizado pela Ordem a Dominica por usar esta família religiosa para seus próprios fins.

Cruzalta percorreu o México com movimentos abortistas, feministas e ativistas homossexuais e há uns anos trabalha como assessor das CDD, a qual não duvida em apresentá-lo como sacerdote e o converteram em um dos porta-vozes mais ativos de sua agenda.

Em recentes declarações à imprensa mexicana Cruzalta repudiou em nome das CDD as iniciativas aprovadas em 16 estados mexicanos para proteger a vida desde a concepção qualificando-as de “aberração jurídica” e “vingança” pela despenalização do aborto na capital mexicana.

Além disso, Cruzalta dirige a polêmica Comunidade Ecumênica Magdala que participa de campanhas a favor das práticas homossexuais.

Para ver nosso vídeo sobre as CDD, visite:  http://www.youtube.com/user/acidigital#play/uploads/17/aDqpuDQ6yKc

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

FSSPX - Portugal

Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Movimento Magistrados para a Justiça

"Uma visão conservadora de temas relacionados ao Direito"

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Apologética católica

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Missa Tridentina em Brasília

Santa Missa no Rito Romano Tradicional

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

%d blogueiros gostam disto: