Com quem ficar?

Retiro carismático em Cedro: Imagens que valem mais do que palavras.


Adoração

Momento de descontração e “adoração”. Repare nesta “saudação” que é bem conhecida.

 
Repouso

Momento de “repouso”. Talvez meditando no que ensina um dos Pais da Igreja, Orígenes: “o toque daquele que chamamos Espírito Santo nas suas almas, tornava suas inteligências mais perspicaces e suas almas mais límpidas.” (Orígenes, Contra Celso, VII, 4).

Orígenes combatia sempre a idéia de que sobreviesse ao extasiado uma perda da consciência, como acontecia comumente nos centros pagãos de consulta aos oráculos de sua época. Alguma semelhança?

Publicado em RCC. Tags: , . 1 Comment »

Doutrina Maçônica versus Doutrina Católica (III)


A seguir as ultimas cinco comparações entre a doutrina maçônica e a Doutrina Católica, das quinze publicadas anteriormente (“I” e “II”) retiradas do livro “A Maçonaria no Brasil – orientação para os católicos” do Dr. Boaventura Kloppenburg.

 

Doutrina Maçônica Doutrina Católica
11. A Maçonaria reconhece que todas as religiões são boas e iguais perante Deus. 11. A Igreja Católica reconhece
que, perante Deus, só é boa e aceitável a religião ensinada pelo próprio Deus, me diante Cristo Jesus. “Nem todo aquele que me disser: Senhor! Senhor! entrará no reino dos céus; mas somente aquele que fizer a vontade de meu Pai celeste” (Mt 7, 21).
12. A Maçonaria não exige a necessidade da fé cristã e do batismo cristão. 12. “Quem crer e for batizado, será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mt 16, 16).
13. A Maçonaria não exige a necessidade de “comer a carne de Cristo e beber o seu sangue” (a Comunhão ou Eucaristia). 13. “Se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós” (Jo 6, 53).
14.  A Maçonaria condena como contrária à moral, retrógrada e anti-social a existência de corporações religiosas que segregam seres humanos da sociedade e da família. 14. “Se queres ser perfeito, vai, vende todos os teus bens e dá-os aos pobres, e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me” (Mt 19, 21); “em verdade vos digo que todo aquele que por causa de mim e do evangelho deixar casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filho, ou campo, receberá, já nesta vida, no meio de perseguições, o cêntuplo em casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos e campos; e no mundo futuro terá a vida eterna” (Mt 19, 29-30).
15. A Maçonaria proclama que o Matrimônio não é sacramento e que o divórcio, em certos casos, é uma exigência da lei natural. 15. A Igreja Católica ensina que o Matrimônio é um vínculo santo e sagrado, verdadeiro sacramento (quer dizer: meio de santificação) e que, em caso algum, é permitido o divórcio.

 

Poderíamos continuar desta forma a lista e o paralelismo. A frontal oposição entre uma e outra doutrina é manifesta: a Igreja e sua doutrina dum lado, a Maçonaria e seus “grandes e imutáveis princípios” doutro lado. São, como se vê, dois campos opostos. São duas sociedades irreconciliáveis em sua doutrina: ou a Igreja ou a Maçonaria. Querer aceitar a doutrina de uma e de outra é impossível. E’ por isso que o maçon, que tem o dever essencial de professar perfeita adesão aos princípios da Maçonaria, se quiser ser conseqüente, se quiser conservar o bom senso e a lógica, deve necessariamente renegar as doutrinas da Igreja. Mas é também por isso que o católico, que igualmente tem como dever imprescindível professar perfeita adesão à doutrina da Igreja, deve consequentemente renegar os princípios da Maçonaria.

 

 

§||§

13º ENP – Padres? Presbíteros? Aonde!?

É assim: eles chegam de mansinho…


Leiam a notícia a seguir retirada do Correio Brasiliense.

Essa é a tática, eles chegam assim de mansinho, como quem não quer nada, tomam de conta de tudo e ainda pregam sua falsa “liberdade”.

Juram de pés juntos que é para proteger, ajudar, afinal eles só querem o desenvolvimento da humanidade, e et cetera e tal, e assim vão seguindo.

O relato abaixo nada mais é do que um micro-retrato da situação atual da sociedade, situação esta da qual esta mesma sociedade está sendo cozida como sapo em água fria. É claro que se o sapo fosse jogado diretamente da água quente ele pularia fora… Mas como sempre, eles nos “cercam” aos poucos, umas vezes “secretamente” outras nem tanto.

Fonte: Correio Brasiliense

Moradores do Gama se unem para impedir a instalação de grades em parque criado em 1998 A intervenção, no entanto, conta com autorização da Administração Regional da cidade.

Saulo Araújo

Publicação: 07/02/2010 09:02

A comunidade da Quadra 1 do Setor Norte reclama que a entrada no espaço público ficará dificultada por conta das grades

Uma cerca instalada por uma loja maçônica no Parque Urbano Vivencial, na Quadra 1 do Setor Norte do Gama, provocou polêmica entre a comunidade. Com receio de ser impedido de entrar no local, um grupo de moradores decidiu protestar. Alega que a área era utilizada como espaço público de lazer de crianças e estacionamento de veículos. “Eles (os maçons) acham que, porque têm dinheiro, podem fazer tudo o que quiserem. Não vamos aceitar isso. Nossos filhos brincam aqui e essa área também serve para deixarmos nossos carros”, disse a bancária Ivone Conceição de Araújo Macedo, 45 anos.

Ela também acusa a maçonaria de estar tomando conta do lugar aos poucos. “Aqui tinha um campo de futebol e uma quadra de vôlei e eles tiraram tudo. Agora, querem tomar o resto”, reclamou. A reportagem do Correio visitou o local na última sexta-feira. Encontrou a cerca quase toda instalada. O presidente da loja maçônica, Gilson Carlos Gomes da Silva, disse que os moradores estão tratando o assunto com injustiça. Segundo ele, a delimitação da área ocorre para evitar que carroceiros despejem lixo e entulho. “Cercando a área, vamos dificultar a vida de quem quer transformar isso aqui num lixão. Os moradores deveriam nos apoiar, pois preservamos este patrimônio, que é de todos nós”, defendeu.

Questionado sobre o possível impedimento de acesso ao parque, Gilson se mostrou incisivo: “De maneira nenhuma vamos limitar o acesso à comunidade. Vamos colocar um portão de correr, mas que não ficará trancado em nenhum momento. As crianças vão até poder brincar com mais segurança”, garantiu.

O discurso do presidente da maçonaria, porém, não convenceu as pessoas que vivem nas proximidades do lugar. O estudante Sérgio Borges, 33, mostrou à reportagem plantas com espinhos espalhadas pelo terreno. Para ele, a vegetação evita que as crianças brinquem por ali. “Eles plantaram essas plantas por toda a parte. Muitas não cresceram, mas a intenção é que a gente e, principalmente, as crianças, fiquem com medo de entrar aqui”, alegou.

A paz de Jesus e o amor de Maria!
Moisés Gomes de Lima
Catequista, por Misericórdia do Senhor!
Paróquia de S. João Batista – Cedro/CE
Diocese de S. José – Iguatu/CE
blog.olharcatolico
moisesgomeslima
“A concórdia não é uniformidade de opiniões, mas concordância de vontades” (S. Tomas de Aquino).

Eles juram que não discutem política


  

Leiam a notícia a seguir, mais na frente eu volto:

  

Maçônicos se mobilizam por pacto federativo

 

Novo Hamburgo – Os maçônicos de todo o Brasil estão mobilizados na busca de um pacto federativo que mude a distribuição de recursos públicos. Ainda sem data definida, a iniciativa que partiu da Loja Maçônica do Rio Grande do Sul quer distribuir um abaixo-assinado para colher a assinatura de cinco milhões de brasileiros, número suficiente para que a ação popular consiga entrar no Congresso Nacional. Segundo o grão-mestre gaúcho Gilberto Moreira Mussi e o assessor Flávio Moraes, a mobilização está buscando apoio da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“Há muito tempo sabemos que a arrecadação de impostos em nosso País está crescendo. Em contrapartida, os serviços nas áreas da Segurança, Saúde e Educação estão cada vez piores. Isso se deve a má distribuição de verbas públicas”, opinou Mussi. Ele defende a imediata rediscussão do tema com todos os setores da sociedade. “Há seis meses iniciamos esta caminhada, pois acreditamos que a maioria da população está insatisfeita com isso. Então, nossa meta é mobilizar os deputados para que alguma coisa mude”, acrescentou.

Fonte: Diário de Canoas  

 

Voltei… 

Não vou nem tocar no assunto do fato deles procurarem o apoio da CNBB, tendo em vista que a Campanha da Fraternidade do ano passado foi inspirada por eles e o escancarado “contato” que a CNBB tem com esta seita perniciosa (eu já ouvi da boca de um maçon “católico” que a CNBB chegou a realizar um encontro nacional com a Maçonaria. É claro que isso não foi divulgado, talvez fosse… secreto).

 

O que quero expor com base nesta notícia é que a vasta propaganda maçônica sempre faz questão de dizer que em suas Oficinas é terminantemente proibido discutir política e religião.

 

Ora, se é proibido, então de onde partiu essa decisão? Onde eles “conspiraram” esta iniciativa? Não estou dizendo que é uma iniciativa boa ou má, não estou julgando a iniciativa em questão, o que quero demonstrar é que, ao contrário do que eles propagam aos sete ventos, eles discutem política sim. A notícia acima não me deixa mentir, pra não citar outros fatos.  

 

Pois bem, agora uma pergunta que não quer calar,  que sempre faço: 

  

 

E religião, será que eles discutem!?

 

 

Cantor carismático afirma via twitter: “Prefiro padres, como padres”


O cantor carismático Walmir Alencar visitou o §|Olhar Católico|§ depois de um convite que o enviei via Twitter. Aí ele visualisou o post “Sera que ele caiu nessa tentação?” e começamos o curto debate, vejam:

  • Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Não acho que seja o caso do Pe. Fábio. A fama é apenas uma consequência do bem que ele faz a tantos, inclusive a mim.

  • §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar Ok… perguntar não ofende…

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico A fama de Jesus também se espalhou, diz a Palavra. Creio que a fama só atralha quem não sabe lidar com ela.

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Se o próprio Fundador da Igreja, Jesus Cristo, passou por isso, não vejo o por que de seus representantes não passarem.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar No entanto Walmir, o que o Papa afirma é que "não estão imunes nem aqueles que têm um papel de animação e de governo na Igreja"

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico E o papa que disse isso… não passa também pela fama? Acho que o ele quis dizer é que "saibamos cuidar dessa situação".

     

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Hei, amigo, não fique bravo. Estamos apenas partilhando opiniões. Nada mais. Fica na paz!

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar eu tô calmo…

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Amado, não tem como separar carreira de fama. Pelo menos pra alguns, como o Pe. Fábio. São coisas muito latentes nesse caso.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar e não estamos falando de fama, e sim de carreirismo. E a fama de N. S. Jesus Cristo citada no Evangelho é bem diferente dessa

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar Ok, mas estou apenas expondo o que expôs S.S. Bento XVI sobre os perigos do carreirismo e da fama…

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar não sou eu que estou dizendo, é o Papa

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Entendo. Ele expõe porque é verdade que muitos não sabem lidar com esse fato. Prefiro padres, como padres.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar chegamos então a um denominador comum! Eu também prefiro padres como padres. Aliás, a Igreja ensina isso. Abraço Walmir!

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Abraço! Fica na paz! Tamujunto!

     

    Faço questão de repetir o que ele disse: “Prefiro padres, como padres”.

    Ah, eu também Walmir… Eu também! Eu, você a Igreja, Nosso Senhor…

    Tantos “preferem” assim…

    Será que ele caiu nessa tentação?


    CIDADE DO VATICANO, 3 FEV (ANSA) – O papa Bento XVI questionou hoje se os sacerdotes, “que têm um papel de animação e de governo na Igreja”, estariam imunes aos males do carreirismo e da busca pelo poder pessoal.

    A carreira e o poder não serão uma tentação? Uma tentação da qual não estão imunes nem aqueles que têm um papel de animação e de governo na Igreja?“, perguntou o Papa durante a audiência geral desta manhã, realizada na Sala Paulo VI.

    Em seu pronunciamento, Bento XVI retomou o que disse há alguns meses durante a consagração de alguns bispos, quando lembrou-lhes que “não buscamos poder, prestígio, estima para nós mesmos“.

    “Sabemos como as coisas na sociedade civil — e não raro na Igreja — são prejudicadas pelo fato de que muitos daqueles a quem foi conferida uma responsabilidade trabalham para si mesmos e não pela comunidade”, lamentou.

    __________________________________

    A pergunta que não quer calar: Será que o ShowMan caiu nessa tentação?

     

     

     

    Este é o Verdadeiro Reinado Social de Cristo


    Cidades lituanas entronizam Cristo como Rei e resistem à ofensiva homossexual

    A pequena cidade de Salcininkai, na Lituânia, entronizou a “Jesus Cristo como rei de nossa cidade e declarou, solenemente, que ele é seu soberano e protetor”, nas palavras do prefeito da cidade, Zdzislav Palevic, citado pela agência Baltic News Service.

    “Durante este período difícil, quando a crise atinge todo o mundo, o papel de Jesus é importante não apenas para a vida das pessoas, mas também para a vida política e cultural”, proclama o ato de entronização, adotado por unanimidade pela Câmara local.

    Salcininkai imitou Vilnius, primeira cidade da Lituânia a entronizar a Cristo Rei. A Lituânia, pequeno país que sofreu a opressão da malfadada URSS, agora é hostilizada pela União Européia, em virtude de sua catolicidade e de sua resistência a leis imorais como a do perverso “casamento” homossexual.

    Sacramento da Eucaristia


    Catequese retirada do Catecismo de São Pio X:

    Qual é o maior de todos os Sacramentos?

    O maior de todos os Sacramentos é o Sacramento da Eucaristia, porque contém não só a graça, mas também ao mesmo Jesus Cristo, autor da graça e dos Sacramentos.

    Que é o Sacramento da Eucaristia?

    A Eucaristia é um Sacramento que, pela admirável conversão de toda a substância do pão no Corpo de Jesus Cristo, e de toda a substância do vinho no seu precioso Sangue, contém verdadeira, real e substancialmente o Corpo, Sangue, Alma Divindade do mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor, debaixo das espécies de pão e de vinho, para ser nosso alimento, espiritual.

    Está na Eucaristia o mesmo Jesus Cristo que está no Céu e que nasceu, na terra, da Santíssima Virgem?

    Sim, na Eucaristia está verdadeiramente o mesmo Jesus Cristo que está no Céu e que nasceu, na terra, da Santíssima Virgem Maria.

    Por que acreditais que no Sacramento da Eucaristia está verdadeiramente Jesus Cristo?

    Eu acredito que no Sacramento da Eucaristia está verdadeiramente presente Jesus Cristo, porque Ele mesmo o disse, e assim no-lo ensina a Santa Igreja.

    Que é a hóstia antes da consagração?

    A hóstia antes da consagração é pão de trigo.

    Depois da consagração, que é a hóstia?

    Depois da consagração, a hóstia é o verdadeiro Corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo, debaixo das espécies de pão.

    Que está no cálice antes da consagração?

    No cálice, antes da consagração, está vinho com algumas gotas de água.

    Depois da consagração, que há no cálice?

    Depois da consagração, há no cálice o verdadeiro Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, debaixo das espécies de vinho.

    Quando se faz a mudança do pão no Corpo, e do vinho no Sangue de Jesus Cristo?

    A conversão do pão no Corpo, e do vinho no Sangue de Jesus Cristo, faz-se precisamente no ato em que o sacerdote, na santa Missa, pronuncia as palavras da consagração.

    Que é a consagração?

    A consagração é a renovação, por meio do sacerdote, do milagre operado por Jesus Cristo na última Ceia, quando mudou o pão e o vinho no seu Corpo e no seu Sangue adorável, por estas palavras: Isto é o meu Corpo; este é o meu Sangue.

    Como é chamada pela Igreja a miraculosa conversão do pão e do vinho no Corpo e no Sangue de Jesus Cristo?

    A miraculosa conversão, que todos os dias se opera sobre os nossos altares é chamada pela Igreja transubstanciação.

    Quando Jesus está na hóstia, deixa de estar no Céu?

    Quando Jesus está na hóstia, não deixa de estar no Céu, mas encontra-se ao mesmo tempo no Céu e no Santíssimo Sacramento.

    Quando instituiu Jesus Cristo o Sacramento da Eucaristia?

    Jesus Cristo instituiu o Sacramento da Eucaristia na última ceia que celebrou com seus discípulos, na noite que precedeu sua Paixão.

    Por que instituiu Jesus Cristo a Santíssima Eucaristia?

    Jesus Cristo instituiu a Santíssima Eucaristia, por três razões principais:

    1º para ser o sacrifício da nova lei;

    2º para ser alimento da nossa alma;

    3º para ser um memorial perpétuo da sua Paixão e Morte, e um penhor precioso do seu amor para conosco e da vida eterna.

    Que efeitos produz em nós a Santíssima Eucaristia?

    Os principais efeitos que a Santíssima Eucaristia produz em quem a recebe dignamente são estes:

    1º conserva e aumenta a vida da alma, que é a graça, como o alimento material sustenta e aumenta a vida do corpo;

    2º perdoa os pecados veniais e preserva dos mortais; produz consolação espiritual.

    Quantas coisas são necessárias para fazer uma comunhão bem feita?

    Para fazer uma comunhão bem feita, são necessárias três coisas:

    1º estar em estado de graça;

    2º estar em jejum desde uma hora antes da comunhão;

    3º saber o que se vai receber e aproximar-se da sagrada Comunhão com devoção.

    Que quer dizer: comungar com devoção?

    Comungar com devoção quer dizer: aproximar-se da sagrada Comunhão com humildade e modéstia, tanto na própria pessoa como no vestir, e fazer a preparação antes e a ação de graças depois da Comunhão.

    Em que consiste a preparação antes da Comunhão?

    A preparação antes da Comunhão consiste em nos entretermos algum tempo a considerar quem é Aquele que vamos receber e quem somos nós; e em fazer atos de fé, de esperança, de caridade, de contrição, de adoração, de humildade e de desejo de receber a Jesus Cristo.

    Em que consiste a ação de graças depois da Comunhão?

    A ação de graças depois da Comunhão consiste em nos conservarmos recolhidos a honrar a presença do Senhor dentro de nós mesmos, renovando os atos de fé, de esperança, de caridade, de adoração, de agradecimento, de oferecimento e de súplica, pedindo sobretudo aquelas graças que são mais necessárias para nós e para aqueles por quem somos obrigados a orar, sobretudo licença especial em razão de moléstia

    Como devemos apresentar-nos no ato de receber a sagrada Comunhão?

    No ato de receber a sagrada Comunhão devemos estar de joelhos, com a cabeça medianamente levantada, com os olhos modestos e voltados para a sagrada Hóstia, com a boca suficientemente aberta e com a língua um pouco estendida sobre o lábio inferior. Senhoras e meninas devem estar com a cabeça coberta.

    Se a sagrada Hóstia se pegar ao céu da boca, que se deve fazer?

    Se a sagrada Hóstia se pegar ao céu da boca, é preciso despegá-la com a língua, nunca porém com os dedos.

    Deve considerar-se a Eucaristia só como Sacramento?

    A Eucaristia não é somente um Sacramento; é também o sacrifício permanente da

    Nova Lei, que Jesus Cristo deixou à Igreja, para ser oferecido a Deus pelas mãos dos seus sacerdotes.

    Como se chama este sacrifício da Nova Lei?

    Este sacrifício da Nova Lei chama-se a santa Missa.

    Que é então a santa Missa?

    A santa Missa é o sacrifício do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo, oferecido sobre os nossos altares, debaixo das espécies de pão e de vinho, em memória do sacrifício da Cruz.

    É o Sacrifício da Missa o mesmo que o da Cruz?

    O Sacrifício da Missa é substancialmente o mesmo que o da Cruz, porque o mesmo Jesus Cristo, que se ofereceu sobre a Cruz, é que se oferece pelas mãos dos sacerdotes seus ministros, sobre os nossos altares.

    Para que fins se oferece o Santo Sacrifício da Missa?

    Oferece-se a Deus o Santo Sacrifício da Missa para quatro fins:

    1º para honrá-Lo como convém, e sob este ponto de vista o sacrifício é latrêutico;

    2º para Lhe dar graças pelos seus benefícios, e sob este ponto de vista o sacrifício é eucarístico;

    3º para aplacá-Lo, dar-Lhe a devida satisfação pelos nossos pecados, para sufragar as almas do Purgatório, e sob este ponto de vista o sacrifício é propiciatório;

    4º para alcançar todas as graças que nos são necessárias, e sob este ponto de vista o sacrifício é impetratório.

    Quantas coisas são necessárias para ouvir bem e com fruto a santa Missa?

    Para ouvir bem e com fruto a santa Missa são necessárias duas coisas: 1º modéstia exterior; 2º devoção interior.

    Terminada a Missa, que se deve fazer?

    Terminada a Missa, devemos dar graças a Deus por nos ter concedido a graça de assistir a este grande sacrifício e pedir-Lhe perdão das faltas cometidas enquanto a assistíamos.

    Doutrina Maçônica versus Doutrina Católica (II)


    A seguir a continuação do post “Doutrina Maçônica vesus Doutrina Católica” com mais cinco comparações, das quinze retiradas do livro “A Maçonaria no Brasil – orientação para os católicos” do Dr. Boaventura Kloppenburg.

    Doutrina Maçônica Doutrina Católica
    6. Qualquer coação ou influência externa, seja de ordem física, seja de ordem moral, no sentido de dirigir ou orientar o pensamento do indivíduo, deve ser considerado como atentado contra um direito natural e sagrado e por isso deve ser denunciado como violência e injustiça. A Maçonaria considera seu dever principal combater esta violência, ambição e fanatismo. 6. Ninguém deve ser coagido contra sua vontade a abraçar a fé na Revelação Cristã; mas pelo ensino, pela educação e formação, o homem pode e deve ser influenciado e melhorado por outros; e isso não só não é violência alguma, ou injustiça, mas é excelente obra
    de caridade cristã. A Igreja Católica considera seu dever principal trabalhar na instrução e
    na educação moral e religiosa de todos os homens.
    7. O meio ambiente em que vive e respira o indivíduo humano deve manter-se rigorosamente neutro, sem hostilizar nem favorecer religião alguma determinada, nem mesmo a religiãocristã. 7. O meio ambiente em que vive e respira o indivíduo humano deve estar impregnado dos princípios religiosos e morais certamente revelados e ordenados por Deus.
    8. A sociedade e mormente o Estado devem manter-se oficialmente indiferentes perante qualquer religião concreta. 8. O ideal seria que a sociedade e mormente o Estado dessem oficialmente aos cidadãos os meios e as facilidades de passarem sua vida inteiramente segundo as leis e prescrições de Deus.
    9. O ensino público, dado e mantido pelo Estado, deve ser absolutamente leigo ou neutro em assuntos religiosos. 9. O ensino público, dado e mantido pelo Estado, não pode abstrair de Deus e de Suas leis e determinações. Concretamente, o ensino leigo ou neutro é impossível e resvala para o ateísmo.
    10. A Maçonaria aceita e defende os elementos da religião natural e abstrai da religião cristã, mas sem hostilizá-la. 10. A Igreja Católica aceita e defende os elementos verdadeiros da religião natural e abraça com amor e gratidão areligião cristã, sabendo ser impossível permanecer indiferente perante Cristo: “Quem não for por mim, será contra mim” (Lc 11, 23).
    PSL Cedro

    Deus acima de tudo e Cedro para todos!

    FSSPX - Portugal

    Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

    O Legado d'O Andarilho

    opiniões, considerações políticas e religiosas.

    Roberta Acopiara's Blog

    Just another WordPress.com weblog

    Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

    Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

    pregarevangelho

    Só mais um site WordPress.com

    :.:Paródias da Professora Décia:.:

    Paródias de uma professora cedrense!

    Fratres in Unum.com

    Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

    Compartilhar é preciso.

    Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

    §|Olhar Católico|§

    Um Olhar Católico sobre o mundo!

    Pacientes na tribulação

    Apologética católica

    Grupo S. Domingos de Gusmão

    Fiéis Católicos de Maringá

    Missa Tridentina em Brasília

    Santa Missa no Rito Romano Tradicional

    Vida, dom de Deus

    Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

    %d blogueiros gostam disto: