Enquanto Nosso Senhor agoniza carismáticos festajam. De que lado eles estão?


Na cidade de São Fidelis, Rio de Janeiro, em plena Sexta-feira da Paixão, carismáticos estarão em um “momento de louvor e adoração” contrariando abertamente a Tradição da Igreja Católica:

Anúncios
Publicado em RCC. 9 Comments »

9 Respostas to “Enquanto Nosso Senhor agoniza carismáticos festajam. De que lado eles estão?”

  1. Letícia Says:

    Que absurdo!

  2. Andréia Says:

    Meu irmão, que a paz esteja contigo!!!
    Eles festejam não pela agonia de Jesus, mas pela ressurreição. Pois esse dia é apenas para que não venham esquecer do sofrimento de Cristo. Pois Jesus não mais está agonizando, Ele já está vivo e recebe o nosso louvor e adoração, os quais não tem dia e nem hora… todo momento é para louvar e adorar a Deus… Fique na Paz do Senhor.

    • Moisés Gomes Says:

      Errado. Sexta-feira da Paixão não é dia de louvor coisa alguma! Não lembro de Nossa Senhora ou São João ter dado pulos de alegria enquanto Nosso Senhor Jesus Cristo agonizava na Cruz.
      Comentário carregadíssimo de relativismo religioso protestantóide típico da R.C.C.

  3. Andréia Says:

    Ah!! Estou no aguardo das respostas no email.

    • Moisés Gomes Says:

      Umhum…

  4. Altiéres Says:

    Moisés não sei como foi esse envento feito pela banda, mas o que sei é que Carismático que é Carismático RESPEITA os tempos Líturgicos, pelo menos os que eu conheço inclusive aqui na minha região todos procuraram viver o jejum e a oração… aqui as pregações sempre citam os momentos líturgicos que a Igreja vive…Deus Abençõe a todos!

    • Moisés Gomes Says:

      Olá Altiéres, a paz de Jesus e o amor de Maria.
      Sinto lhe informar, mas o zelo litúrgico não é uma “marca registrada” da R.C.C.
      Pelo contrário, os abusos são maios frequentes nesse meio pseudo-católico.

  5. Altiéres Says:

    A paz de Jesus e o amor de Nossa Mãe!
    A meu ver não há como não vivenciar os tempos litúrgicos
    E respeita – los já que vamos a Santa Missa todos os Domingos
    e dias de guarda, porque ela própria aí nos insere (a Missa toda é
    liturgia, e liturgia é veritatis splendor.
    O zelo litúrgico pode não ser AINDA marca registrada da RCC,
    Mas, por pouco tempo eu creio! A RCC não se iniciou a imitação
    Dos protestantes se dividindo, abrindo igrejolas em garagens e quebrando
    A comunhão com a Igreja. Muito pelo contrário estamos na igreja porque a verdade aqui está e os padres nos aceitaram. O que quero dizer é que o Espírito Santo que nos abrasa
    Está aos poucos nos moldando, nem um movimento da Igreja está insento
    De erros porque somos carne e a carne é fraca. Quando carismáticos
    estão enrraizados na presença real de Jesus na Eucaristia e no auxílio da virgem
    Santíssima não há quem nos tire da Igreja. O Espírito Santo que nos ensina a verdade
    Por meio da Igreja que é coluna e sustentáculo da verdade nos conduz a obediência.
    Um exemplo de que os carismáticos são capazes de obedecer é o que vivenciamos
    Aqui em minha região, o que creio que seja necessário é o pastoreio de nossos
    Padres nesse sentido ( liturgia).
    Aqui a liturgia não era tão respeitada assim até que um vigário que passou por aqui vendo esta falta iniciou formações litúrgicas e nos convocou e o ensinamento foi ótimo e a resposta dos carismáticos foi positiva, no tempo da quaresma não usamos mais instrumentos como guitarras e baterias e não se bate palmas. As flores utilizadas nas capelas
    Não são mais artificiais, após o Pai nosso não se diz mais Amém somente após a oração de insistência, a oração da paz só o sacerdote reza, antes não havia nem corohinhas agora há, a roupa dos leitores também mudou se coloca uma outra vestimenta por cima, e a leitura deve ser lida num tom de proclamação não uma leitura mecânica, pelo menos os refrões dos salmos agora são cantados, há ainda uma reverência diante do altar
    Antes das leituras. O comentarista não faz mais o comentário no ambão e nem troca-o de lugar, tudo isso foi feito e outras coisas mais graças ao pastoreio dos padres e o desejo que nós temos de estar em comunhão com a Igreja e o Papa, assim como você disse os remédios as vezes demoram pra fazer efeito mas fazem, e eu creio que Papa Bento XVI é o remédio certo basta uma poda aqui outra ali e continuaremos a dar bons frutos para a nossa Santa Mãe Igreja

    .nota: Isso tem acontecido em minha região e comunidades vizinhas porque é uma benção ser Igreja e antes de sermos carismáticos somos Católicos minha esperança é que assim seja em todos os lugares.

    • Moisés Gomes Says:

      Você me diz que tem leigo fantasiado de padre pra fazer leitura e acha isso certo? Quer dizer que na Quaresma não pode fazer algazarra com guitarra e palminhas, mas nos outros tempos litúrgicos pode, sobretudo na Páscoa!?
      Ora, covenhamos, é exatamente disto que estou falando.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

FSSPX - Portugal

Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Movimento Magistrados para a Justiça

"Uma visão conservadora de temas relacionados ao Direito"

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Apologética católica

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Missa Tridentina em Brasília

Santa Missa no Rito Romano Tradicional

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

%d blogueiros gostam disto: