Um congresso teológico sem Missa. Ou: Teologia da Libertação: viva e atuante no Brasil


Como podem notar a Teologia da Libertação continua viva e atuante na América Latina. Seria talvez seu último extrebucho? Acho que não. A notícia é do Vatican Insider, os negritos e a tradução são meus.

 

Por ANDRÉS BELTRAMO ÁLVAREZ – Vatican Insider | Tradução: §|Olhar Católico|§

A Teologia da Libertação marxista não está morta na América Latina. Apesar de suas teses e slogans terem evoluído, escondem os mesmos objetivos de sempre: demolir o “pensamento único romano” e propondo “outra igreja possível”. Seus expoentes mais polêmicos se reunirão de 7 a 11 de outubro no Brasil, com a desculpa de recordar o Concílio Vaticano II. Embora, na realidade, será uma oportunidade para afinar a agenda do “progressismo católico”.

Na Santa Sé se acenderam os alarmes, e não é para menos. O congresso Continental de Teologia, que será acolhido pelo Instituto Humanitas Unisinos da Companhia de Jesus, na cidade brasileira de São Leopoldo, também tem como objetivo celebrar o 40 º aniversário do livro “Teologia da Libertação. Perspectivas” de Gustavo Gutiérrez . Um texto que foi corrigido em muitas passagens a mando da Congregação para a Doutrina da Fé.

Entre os palestrantes estão Jon Sobrino e Leonardo Boff, sobre os quais se mantém vigentes as sanções eclesiásticas por difundirem doutrinas contrárias ao magistério da Igreja. Mas outros teólogos também de ortodoxia duvidosa como Andrés Torres Queiruga, que – em março ultimo – foi convocado pelos bispos espanhóis a esclarecer seu pensamento que, em vários aspectos, não pode ser considerado católico.

Embora os organizadores tenham se esforçado para sustentar que o congresso não procura provocar um “duelo teológico” com o Vaticano, na prática, será. Porque iniciar-se-á no mesmo dia da abertura em Roma do Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização, durante o qual Bento XVI abrirá o Ano da Fá, em uma cerimônia pelo aniversário de 50 anos do Concílio.

Nestes termos a Unisinos vai fortalecer ainda mais seu caráter dissidente. Não apenas por uma questão de datas coincidentes, mas especialmente pelos temas em que as discussões vão girar nesses dias.

A Fundação Ameríndia, organismo convocante, incluiu no programa os temas mais defendidos pelos movimentos radicais da esquerda: desde a ideologia de gênero até os direitos humanos, da justiça à migração, desde a miscigenação até à “releitura libertadora da história latinoamericana”, da economia e ecologia aos sistemas políticos emergentes.

Apesar do número discreto de sacerdotes que assistirão aos trabalhos, não está agendada qualquer celebração religiosa. Não há Missa prevista , se quer no domingo. Tampouco foi considerada uma cerimônia ecumênica. Apenas se reservou meia hora para um “momento de espiritualidade” dedicado, cada dia, a uma situação diferente: a “entronização da Bíblia”, “o ecumênismo”, o “testemunho do martírio” e “os indígenas”.

O movimento teológico que vai dar vida ao Congresso Continental é discreto em seus números e atrevido em suas doutrinas. Nenhuma das quatro reuniões preparatórias para a conferência, realizadas em 2011 na Guatemala, México, Chile e Colômbia somou mais de 300 participantes. O resultado destas é um teste das idéias a serem impostas em São Leopoldo.

Por exemplo, na Guatemala o padre brasileiro Ermanno Alegri, coordenador da agência Adital, sustentou “a necessidade de elaborar uma agenda teológica para o futuro que nos levará a abrir-nos a um Deus vivo e livre, ao contrário da visão de um Deus preso em dogmas , ritos, normas morais e patriarcalismos” [Nota do §|Olhar|§: esse “deus” já existe: foi o que se rebelou e bradou “non serviam!”]. O jesuíta Sobrino disse: “fora dos pobres não há salvação” e “a Igreja traiu Jesus Cristo”.

Em suma: o encontro do Brasil será uma mistura de algumas idéias teológicas, pensamentos ecléticos vários e propostas culturais que são como uma manta de retalhos, com um forte matiz política. Tudo acolhido por uma instituição católica, dirigida por uma congregação religiosa cujo quarto voto é o de fidelidade ao Papa (os jesuítas).

Uma situação que preocupa a Cúria Romana. Como assim o confirmou Boff através de sua conta no Twitter em 14 de setembro: “Vejam a vontade persecutória do Vaticano: pressionam para queo Congresso sobre a Teol.da Lib.a se realizar em outubro no Sul não se realize. O Vaticano pensa que com os dois documentos(ruins)que escreveram sobre aTeol da Libertação a mataram e enterraram.Mas os oprimidos continuam. Enquanto houver um oprimido gritando vale se engajar por sua libertação,inspirados pelo Cristo Libertador.Só uma Igreja cínica se faz surda.”

Anúncios

2 Respostas to “Um congresso teológico sem Missa. Ou: Teologia da Libertação: viva e atuante no Brasil”

  1. Isayas Says:

    A “TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO” DOS COMUNISTAS
    A “esquerdista” Teologia da Libertação-TL ou MARXISMO CULTURAL- MC – abreviado TL/MC – é uma heresia oriunda da Igreja católica que propaga a ideologia comunista sob forma de doutrina religiosa relativista, de fato, uma farsa para enganar os incautos; os termos doutrinarios da Igreja são reformulados em laboratórios de engenharia social sem aparentarem grandes diferenças, num processo sutil, contínuo e gradativo até à subversão total das pessoas na cartilha.
    Essa ideologização doutrinaria é repassada ao povo por rebeldes sacerdotes e leigos do esquema, falsos profetas, traidores de Deus e da Igreja, agentes comunistas travestidos de cristãos, disseminadores do relativismo religioso, sendo dos favorecedores de ascensão do PT ao poder e (ou) mantenimento da comunização do país, da qual temos conhecidos nomes como os ex freis Boff, Betto, etc.
    O básico da cartilha da TL/MC é a socialização dos ensinamentos de Cristo, reduzindo-os a meros comportamentos humanos dentro de conveniencias ideológicas, toda a transcendencia é extirpada, ou seja, nada além da vida material, encaixando-se dentro da citação de S Paulo 1 Cor 15,32 ao recordar o poeta Menandro:…comamos e bebamos, pois amanhã morreremos.
    Lembrem-se do Lula ideologizando a passagem de Lc 18,25 que é “bobagem”: o reino do Céus aos pobres é aqui, agora…
    Em geral, todos os teólogos da libertação e leigos são vinculados ao PT (ou a outras ideologias marxistas), por sinal eleito por esses e muitos católicos alienados à fé, dando-lhe força para a instituição de aborto, uniões gays, ideologia do gênero que é a indução de crianças ao homosexualismo e muitas mazelas mais, e facilitar a alienação do povo para assegurar futura dominação do mesmo sob um governo totalitarista, materialista e ateu. Alguns desses padres infiltram-se também em muitos movimentos comunitarios, como CEBs, CIMIs e CPTs, insistindo num Jesus Cristo “revolucionário”, cujo milagre da multiplicação dos pães foi “solidariedade”, sem qualquer transcendência; trocaram a “Certidão de Batismo” por “Certidão de petismo” ou ateísmo.
    Veja na net a íntegra: “Carta enviada por Fidel Castro a Chávez de como implantar o comunismo na Venezuela”, e teria sido repassada a Lula, as tramas e ciladas que se usam para chegar ao poder.
    Os últimos 10 Santos Padres veementemente condenam a TL/MC, como o Papa Leão XIII na “Quod Apostolici Muneris”: “Os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que como a serpente se introduzem por entre as articulações mais íntimas da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo”, dentre similares, assim como o S Padre Bento XVI em sua ida à Alemanha, em Erfurt, classificou o comunismo e nazismo de “chuvas ácidas” e “peste vermelha” e “peste negra” respectivamente a cada um, e na “Libertatis Nuntius” condenações de igual teor.
    Aderir à esquerdista TL/MC, ao PT ou o eleger é apostasiar-se à fé católica e agregar-se a Satanás antecipadamente.

  2. isayas Says:

    DESAFIO AO SÍNODO? NA UNISINOS A TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO DOS COMUNISTAS
    A “esquerdista” Teologia da Libertação-TL ou MARXISMO CULTURAL- MC – abreviado TL/MC – é uma heresia oriunda da Igreja católica que propaga a ideologia comunista sob forma de doutrina religiosa relativista, de fato, uma farsa para enganar os incautos; os termos da Igreja são reformulados em laboratórios de engenharia social sem aparentarem grandes diferenças, num processo sutil e contínuo e gradativo até à subversão total da pessoa na cartilha dessa materialista ideologia.
    Essa reformulação doutrinaria é repassada ao povo por rebeldes sacerdotes e leigos do esquema, falsos profetas, traidores de Cristo e da Igreja, agentes comunistas travestidos de cristãos transmitindo relativismo da ideologia comunista, e um dos culpados de ascensão do PT ao poder, da qual temos conhecidos nomes como os ex freis Boff, Betto e outros disfarçados relativistas.
    O básico da cartilha da TL/MC é a socialização dos ensinamentos de Cristo, reduzindo-os a meros comportamentos humanos dentro de conveniencias ideológicas, toda a transcendencia é extirpada, ou seja, nada além da vida material, encaixando-se dentro da citação de S Paulo 15,32 ao lembrar o poeta pagão Menandro:…comamos e bebamos, pois amanhã morreremos.
    Lembra-se do Lula contestando a passagem de Lc 18,25 de que é “bobagem”: o reino do céus pós vida, é aqui, agora…
    Em geral, todos os teólogos da libertação e leigos são vinculados ao PT, por sinal eleito por esses e muitos católicos alienados à fé, dando-lhe força para a instituição de aborto, uniões gays, ideologia do gênero que é a indução de crianças ao homosexualismo e muitas mazelas mais, e facilitar a alienação do povo para assegurar futura dominação do mesmo sob um governo totalitarista, materialista e ateu. Alguns padres assemelham-se “idiotas-úteis” nos púlpitos e mídia servindo explicitamente ao PT, como em muitas CEBs; são os tais relativistas que insistem em um Jesus Cristo “revolucionário”, cujo milagre da multiplicação dos pães e outros foram apenas gestos de “solidariedade”, sem qualquer transcendência além-vida; esses são os que trocaram a “Certidão de Batismo” por “Certidão de petismo”, sendo impossível ser os dois simultaneamente.
    Veja na net na íntegra: “Carta enviada por Fidel Castro a Chávez de como implantar o comunismo na Venezuela”, e teria sido repassada a Lula, e as tramas e ciladas que usam para chegar ao poder.
    Os últimos 10 Santos Padres veementemente condenam a TL/MC, como o Papa Leão XIII na “Quod Apostolici Muneris”: “Os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que como a serpente se introduz por entre as articulações mais íntimas da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo”, dentre similares, assim como o S Padre Bento XVI na “Libertatis Nuntius”, com igual teor de condenações.
    Aderir à esquerdistaTeologia da Libertação ou ao PT é apostasiar-se à fé católica e agregar-se a Satanás antecipadamente.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

FSSPX - Portugal

Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Movimento Magistrados para a Justiça

"Uma visão conservadora de temas relacionados ao Direito"

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Apologética católica

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Missa Tridentina em Brasília

Santa Missa no Rito Romano Tradicional

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

%d blogueiros gostam disto: