RCC: listando alguns erros


1º – Oração de línguas ininteligíveis
1.1 Chamar isso de dom;
1.2 Ligar este pseudo-dom ao Dom de Línguas em Pentecostes (diga-se de passagem, inteligível);
1.3 Deturpar o dom de Pentecostes para que se assemelhe ao pseudo-dom praticado atualmente (vide: https://verdadeiromododever.wordpress.com/2010/10/05/dom-de-linguas-para-cancao-nova-confusao-para-bento-xvi-comunhao/).

2º – Repouso no espírito
2.1 Afirmar que esse negócio é ação do Espírito Santo assemelhando-o aos êxtases de alguns santos;
2.2 Os êxtases que ***alguns*** santos tiveram foram extraordinários tanto em quantidade de vezes de êxtases quanto em quantidade de santos (salvo exceções). O da RCC é ordinário e ordinário;
2.3 Os tais “beneficiados” com estes eventos não têm nem uma fama ou atitudes de santidade. Prova: EU!
2.4 É sempre ocorrido em locais de música, iluminação, ruídos (orações em línguas, orações de irmãos sobre você, etc) que amortecem nossos sentidos e emocional propiciando a ocorrência do tal repouso com práticas semelhantes ao xamanismo.

2.5 Nos diz Santa Terezinha de Jesus: “[a] alma nada tem a ganhar com estes desfalecimentos do corpo…Aconselho, pois, às prioresas, que condenem esses longos desmaios” (Les Études Carméllitaines, p. 38, Ed. Desclée de Brouwer, Paris)”

3º Profecias
3.1 Em orações são profetizadas coisas a torto e a direito, tudo “em Nome do Senhor” ou “O Senhor está dizendo” ou ainda “O Senhor nos diz” e etc. e tal;
3.2 São atribuídas a estas revelações autoridade da própria Escritura. Lembro-me que em um G.O. o então coordenador lia as “revelações” do ministério de intercessão (nacional) e dizendo que aquilo era como se fosse uma Carta Paulina para nós!
3.3 Muitos se julgam profetas e acham que receberam este dom que agora é ordinário neles. Ou seja, exercem o ofício de profeta mesmo.

3.4 E ainda Santa Terezinha nos diz: “É evidente que a absoluta perfeição não consiste nas alegrias interiores, nem nos grandes êxtases, visões, nem no espírito da profecia. Consiste em tornar nossa vontade de tal modo conforme a de Deus, que abracemos de todo o coração o que cremos querido por ele e que aceitemos com a mesma alegria o que é amargo e o que é doce, desde que compreendamos que Sua Majestade o quer” (TERESA DE JESUS. Fundações, cap. 5, n.10)

4º Sola Scriptura – muito em voga na RCC

5º Sola Fidei – idem

6º Livre exame – também! (lembro-me de um colega, que é o atual coordenador da RCC em minha cidade natal, que para “discernir” se namorava ou não com uma garota abriu a Bíblia em um salmo, se não me engano o 107, e leu “não ouse tocar nos que me são consagrados” aí o cara pensou que a mina ia ser freira! Resultado: hoje ela namora com outro cara 🙂 )

7º Batismo no Espírito Santo
7.1 Prega que todos devem ter;
7.2 Inicialmente assemelha-se ao Sacramento do Batismo;
7.3 Mas usurpa mesmo é a função do Sacramento do Crisma.

8º – Liturgia
8.1 Toda a bagunça dos itens anteriores só que dentro da Missa…
8.2 …Mais a dança e o teatro, é claro, que não podem faltar.

Publicado em RCC. Tags: . 5 Comments »

RCCista PTista está me espionando!


É isso mesmo! O cara anotou a placa da minha moto! E vejam só: lançou uma profecia! Aliás, uma interpretação a lá RCC misturado com a caridade petista. Vejam só:

teofilo diz:

CONTINUA O MESMO

CARENTE DE AMOR!!!

teofilo diz:
NÃO É A TROCO DE NADA QUE A PLACA DA SUA MOTO É: *666. O QUE VEM A SER ISSO? JÁ PESQUISOU? INTERESSANTE ISSO, NÃO É MESMO??? PROCURE LER O APOCALISPISE DE SÃO JOÃO E VEJA MAIS SOBRE ESTE NUMERO…VC É 666, QUER DIZER NADA, NADA, NADA DIZ SÃO JOÃO. RSRSRS.

teofilo diz: 
HÁ UM DETALHE NÃO APAGUE AS MSG NÃO QUERO VER A SUA REPLICA. FRACASSADO.

https://verdadeiromododever.wordpress.com/2010/09/28/fratres-in-unumos-brumosos-interesses-politicos-das-comunidades-carismaticas/#comment-352

Publicado em RCC. Tags: , . 2 Comments »

Desabafo de um sócio Canção Nova


sou socio da cançao nova e me senti traido e enganado graças o senhor eto. vamos entupir os email da canção nova .obrigando como senhor eto retrate publicamente primeiro indica chalita,depois desautoriza a homilia de padre jose algusto. quem e voce senhor eto voce deveria obedecer o sacerdote.que fiel ao papa ao catecismo da igreja catolica. catolicos acordem antes que seja tarde demais. (aqui)

Publicado em RCC. Tags: , . 1 Comment »

RCC e Teologia da Libertação: Faces da mesma moeda que levam para a omissão.


Prof. Hermes Rodrigues Nery

Em meio ao contexto problemático do 2º turno das eleições presidenciais, vamos percebendo uma tensão de posicionamentos no seio da Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil, em que a maioria prefere ficar indiferente, acuada, quieta, esperando o resultado das urnas, para depois ver o que se pode fazer com o quadro político que sair vencedor. É a lógica do oportunismo, pois muitos esperam tirar (ou manter) vantagens de quem ganhar o pleito. Entre os cristãos, poucos têm tido a coragem de colocar o dedo na ferida e deixar claro, claríssimo o projeto anti-cristão do PT, exposto no PNDH3, como o fez o Pe. José Augusto da TV Canção Nova. Rapidamente o seu posicionamento corajoso e lúcido foi censurado, posto de escanteio e até condenado pela direção da Canção Nova, que não quer perder privilégios temporais.
Depois da influência nefasta da teologia da libertação, que tanto mal fez à “sã doutrina católica” em nosso País, agindo como o demônio que tentou Jesus no deserto oferecendo-lhe o pão do mundo, com a ilusão de um paraíso terrestre que deve ser vivido, aqui e agora, num afã desmesurado e desesperado da prosperidade material. A teologia da libertação tirou o horizonte soteriológico dos cristãos católicos, que querem o Messias temporal, a garantir segurança e conforto neste mundo, esquecendo-se de que Jesus foi categórico diante de Pilatos: “O Meu Reino não é deste mundo!”,e prometeu o consolo definitivo aos que choram pela justiça e que buscam primeiro o Reino de Deus, para que venham os bens verdadeiros por acréscimo. A teologia da libertação impregnou como um câncer, vastos setores da fé católica, que hoje muitos vêem a Igreja como ONG e não como sacramento salvífico.

Continue lendo »

Eto: dois pesos duas medidas


Eto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chalita

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

mirian

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eto2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eto3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fim

“não sendo em hipótese alguma o pensamento da instituição” – ou seja, o pensamento da Canção Nova é que o PT não é abortista


Mais uma vez a canção velha canta de acordo com Satanás, o canto da omissão, do em cima do muro. Explico: 

Depois de um de seus Padres “meter o pau” no PT em uma Missa ao vivo,  http://www.youtube.com/watch?v=R-ZeM5qvhFo e http://www.youtube.com/watch?v=9761dYZiyl0&feature=player_embedded , seus fundadores se apressaram em “esclarecer” que aquela não era o pensamento da instituição. Primeiro o monsenhor, que não honra seu título: 

Que vergonha!

(…)A Canção Nova não vê cada candidato por suas bandeiras, mas os acolhe como filhos amados de Deus. Cada fiel deve votar de acordo com suas convicções e com a doutrina social da Igreja. 

Para este tempo, peço a cada um oração e silêncio. Acolhamos a todos. 

Rezemos para que eles possam conhecer a verdade. A Canção Nova não apoia candidatos ou partidos.(…) 

Acolhe a todos. 

Com a minha benção, 

Monsenhor Jonas Abib 

Fundador da Comunidade Canção Nova (Fonte: http://tv.cancaonova.com/mostramateria.php?id=6431) 

 

 

Ou seja, acolhe o abortista junto com o aborto que ele apoia, acolhe o homossexual junto com a prática da sua homossexualidade, etc. E ainda mais, aconselha o silêncio! E depois teve esta: 

 

 

Os três não são... lindos!

A Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação vem a público para reafirmar que não apóia, não subsidia e não possui vínculos com partidos e candidatos. 

É necessário ressaltar que não autorizamos, bem como não aprovamos manifestações isoladas de apresentadores, colaboradores e engajados. 

E, em especial, sobre o episódio desta manhã, 05 de outubro, não autorizamos o pronunciamento público do sacerdote Padre José Augusto Souza Moreira sobre o Partido dos Trabalhadores, bem como a opinião do mesmo representa tão somente seu pensamento, não sendo em hipótese alguma o pensamento da instituição. 

Lamentamos o ocorrido e manifestamos mais uma vez nossa obediência aos princípios democráticos, na legislação eleitoral em vigor e na crença de que o povo brasileiro saberá, com critério e sabedoria determinar o seu futuro nas urnas.  

Wellington Silva Jardim 

Presidente da Fundação João Paulo II (Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/tvcn/tv/mostramateria.php?id=6434) 

Ou seja, em hipótese alguma o pensamento da Canção Nova é que o PT não é abortista. E ainda mais, manifesta sua crença na democracia! A mesma democracia que escolheu Barrabás em detrimento de Nosso Senhor Jesus Cristo! Acreditam na legislação brasileira, a lei dos homens, e se omitem com relação a Lei de Deus: NÃO MATARÁS! 

Agora entendi por que eles apoiam o Chalita.

Dom de línguas. Para Canção Nova: Confusão. Para Bento XVI: Comunhão


A malfadada e anticatólica enciclopédia Canção Nova mostra a sua “união” com a Doutrina Católica. Comparemos o que a mesma “ensina” com o que o Papa Bento XVI ensina:

Canção Nova:

Enciclopédia Canção Nova: só confusão

Enciclopédia Canção Nova: só confusão

O primeiro dom que se manifestou foi o de línguas. Em pentecostes, os discípulos, junto com Maria, ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a orar, a louvar, a cantar numa língua nova, a língua do Espírito. Alguns interpretaram o acontecimento e disseram: Eles louvam a Deus, estão cantando as glórias de Deus, e nós estamos entendendo com o coração. Outros estavam ali como curiosos, brincando, zombando, dizendo que os discípulos estavam bêbados. Pedro explicou: Não estamos bêbados; pelo contrário, está se cumprindo a profecia de Joel. O primeiro dom criou confusão. (Fonte)

Sua Santidade Papa Bento XVI:

Só rezando

Só rezando...

“De forma diferente do que aconteceu com a torre de Babel, quando os homens que queriam construir com as suas mãos um caminho para o céu terminaram por destruir a sua própria capacidade de se compreenderem reciprocamente, o Pentecostes do Espírito, com o dom das línguas, mostra que sua presença une e transforma a confusão em comunhão” (Fonte)

E ainda vem neguingo aqui me dizer que o Papa “aprova” a Canção Nova! Que a Canção Nova está em plena comunhão com a Igreja. De que adianta, se a “Canção Nova não aprova o Papa”!? Não segue a Doutrina Católica, deturpa as Sagradas Escrituras e atropela a Tradição! Como diria uma certa blogueira: “Plena comunhão… da desobediência!”

E como diria esta mesma blogueira ainda: Canção Nova, passar bem… Longe de mim!

Post relacionado: Enciclopédia Canção Nova x Bíblia: com quem ficar?

§|Olhar Católico|§ indica:

Fratres in Unum:Os brumosos interesses políticos das comunidades carismáticas.


Os brumosos interesses políticos das comunidades carismáticas.

Clique para ampliar

O vice-presidente da Canção Nova, Wellington Silva Jardim, conhecido como Eto, e Gilberto Gomes Barbosa, fundador da comunidade Obra de Maria, através de um cartaz (foto), pretendem indicar “verdadeiros representantes da nossa Igreja” para os cargos eletivos em disputa no próximo domingo. Não bastasse a ousadia de falar em nome da Igreja, é notável o fato de que os indicados sequer puderam se comprometer contra a maldição do aborto, sendo um deles inclusive do PT! Não é demais recordar a punição de dois deputados petistas que ousaram defender a vida, tendo, nas palavras do partido, assumido “uma dimensão militante e agressiva contra diretriz definida em resolução do 3º Congresso Nacional do PT”. 

Tais indicação renovam antigas suspeitas sobre as ligações políticas da entidade de maior expressão da Renovação Carismática no Brasil, a Canção Nova. 

No início de 2006, a doação à comunidade de uma fazenda de 87 hectáres  em Lorena, SP, pelo  governo de Geraldo Alckmin, cujo então secretário da educação era Gabriel Chalita, conhecido colaborador da Canção Nova, foi alvo de grande desconfiança. 

Chalita, brilhante intelectual, com mais de 40 livros escritos, homem de princípios, não se envergonha de retificar seus caminhos quando necessário — ou quando as alianças do Partido Socialista Brasileiro, ao qual pertence, exigem: hoje considera Lula “um dos maiores estadistas de nosso tempo” e “tem muita empolgação” pela campanha de Dilma Roussef, “uma mulher corajosa, que tem sensibilidade, que tem essa visão de ser humano que aprendeu muito com o Lula”. Sua firmeza em seus ideais o obrigou a processar uma comunidade católica que, supostamente, teria divulgado  “vídeos nos quais [Chalita] tecia alguns elogios a Marta Suplicy e à candidata à Presidência da República pelo mesmo PT“. Eis a integridade acima de qualquer suspeita! 

Outra obscura manobra envolveu, ainda em 2006, um dos homens de confiança da Canção Nova na política: o Deputado Federal Salvador Zimbaldi, à época também do PSB,  acusado de ter ligações com a máfia dos sanguessugas, que superfaturava ambulâncias, teria intercedido para que algumas delas fossem encaminhadas à Fundação João Paulo II. Sob fogo cruzado, mais tarde a Canção Nova viria abandonar Zimbaldi e rejeitar sua amizade. No entanto, o episódio parece não ter abalado sua relação com outras figuras da Renovação Carismática; candidato à reeleição, Zimbaldi tem como grandes cabos eleitorais Ironi Spuldaro, que também apresenta um programa na TV Canção Nova, e o fundador da TV Século XXI, Pe. Eduardo Dougherty.

Ao fim e ao cabo, entre outros dons, os carismáticos aspiram também os das benesses da política. No entanto, as recorrentes suspeitas e alianças espúrias permitem desconfiar que esse interesse seja mais interessante que os outros.

Publicado em Política, RCC. Tags: , , , . 11 Comments »

Chalita e o aborto – Se você clicar ele me processa!


http://vimeo.com/15066132

O link do vídeo acima trata-se de um vídeo com falas do Chalita defendendo seus “companheiros” de coligação abortista, alternado com as posições destes companheiros com relação ao aborto e finalizado com uma frase do Prof. Felipe Aquino.

Mas o que isso tem a ver com o título deste post? Ora, o candidato que se diz católico está a processar outro católico pró-vida, pedindo do mesmo a quantia de R$ 5.000,00 pela divulgação do mesmo vídeo. Por isso, caros leitores vos digo: não cliquem no link acima se não o Chalita me processa!

Até dos Abortistas?

Até dos Abortistas?

Mas sou um blogueiro católico. Antes de blogueiro, sou católico. Católico deve estar acostumado a sofrer perseguições em razão de sua defesa pela Verdade, neste caso em especial pela Vida! Então por que não publicaria um vídeo composto de frases públicas, de um personagem público, com opiniões públicas de outros personagens públicos do cenário político brasileiro? Então quer saber: cliquem! Não tenho de onde tirar cinco mil, nem conheço advogado que venha me defender, não conheço bulhufas de lei sobre direitos autorais, mas de uma coisa eu sei: Nosso Senhor Jesus Cristo não está com abortistas e nem com quem os apoiam! Meu Advogado então nesta causa é Muito Bom!

Curiosamente ou não, o apresentador da Quarta-Viva (não sei nem se este programa ainda está no ar na TV Canção Nova, pois não assisto muito essa difusora do protestantismo e da revolta litúrgica) defende pro-morte e processa pro-vidas! E detalhe, o cara que ele processa é carismático que nem ele! Oh reino dividido…

Para saber mais: clique aqui, aqui, aqui e aqui.

Ele vai ter que processar todos estes blog’s acima também.

Chalita, repito: não tenho  cinco mil não! Se você quiser vendo meu computador por mil!

Canção Nova e a Missa Tridentina: nem uma amizade


Vejam a imagem abaixo (ou clique na mesma).

Demonstra o “interesse” que a Canção Nova têm pelo Motu Proprio Summorum Pontificum de S.S. Papa Bento XVI. E fazem questão de exclamar que estão com a Igreja, que o Papa os aprova! Pode até ser que o Papa os reconheça… Mas eles não seguem o Papa.

Três anos se passaram após o Motu Proprio Summorum Pontificum e somente agora eles noticiaram algo depois de sua publicação.

Nada de promovê-lo, de praticá-lo, de obedecê-lo ou de seguí-lo. Pelo contrário, continuam os gemidos que ninguém entende e as aberrações em suas Missas.

Clique na imagem para ir para a página

 

Quando o homem torna-se o centro…


Deus é deixado de lado:

"Encenação" absurda em uma Missa há alguns anos atrás quando eu era membro da RCC de Cedro - CE.

“(..) a decadência [da liturgia] chega quando o culto divino é submetido ao sentimentalismo e ao ativismo pessoais de clérigos e leigos que, penetrando-o, transformam-no em obra humana e entretenimento espetacular: um sintoma hoje é, por exemplo, o aplauso na Igreja, que sublinha indistintamente o batismo de um recém-nascido e a saída de um caixão em um funeral.” (Pe. Nicola Bux, consultor do Ofício de Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice, em entrevista a Zenit)

Publicado em RCC. Tags: , . Leave a Comment »

Dialogando com a RCC – comentando uma notícia

Publicado em RCC. Tags: , . Leave a Comment »

O machado de Dom Ranjith sobre os movimentos de “renovação”: um basta nas danças, palmas, arbitrariedades na liturgia, “louvor e adoração”.


Colombo (Sri Lanka), Dom Ranjith declara guerra aos desvios litúrgicos dos Neocatecumenais [e dos Carismáticos] : “Vetados os cantos e danças durante a missa, obrigatória a comunhão de joelhos”

CIDADE DO VATICANO (Petrus) – Dom Malcolm Ranjith é alguém que entende de Liturgia. Foi, de fato, Secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos antes de Bento XVI nomeá-lo, no ano passado, arcebispo de Colombo, no Sri Lanka. O Papa confia muito nele, a tal ponto que deve criá-lo Cardeal no próximo consistório. Dom Ranjith (na foto) se tornou muito admirado nos seus anos de serviço no Vaticano pela nobre defesa da gloriosa tradição litúrgica da Igreja, uma batalha que retomou energicamente em sua nova diocese, proibindo extravagância e improvisações durante a celebração da Eucaristia e “recomendando” a administração da Comunhão apenas sobre a língua e aos fiéis ajoelhados, como já é o caso durante a missa presidida pelo Pontífice. Mas aqui está o texto completo, rico em muitíssimos elementos, enviado pelo arcebispo de Colombo a seus sacerdotes e fiéis, com particular referência àqueles pertencentes aos movimentos (entre os quais recai seguramente o Caminho Neocatecumenal, mas Dom Ranjith não o cita explicitamente) que, habitualmente, se aproximam da Eucaristia de um modo diferente do estabelecido pela Igreja ou participam da missa com cantos e danças em torno do altar, permitindo, contudo, a pregação por leigos durante a celebração:

“Queridos irmãos e irmãs,

Recentemente, algumas pessoas e movimentos católicos de renovação desenvolveram muitos exercícios para-litúrgicos não previstos pelo calendário paroquial ordinário. Apreciando as numerosas conversões, o valor do testemunho, o entusiasmo renovado pela oração, a participação dinâmica e a sede da Palavra de Deus, como bispo diocesano e administrador geral dos mistérios de Deus na igreja local a mim confiada, sou o moderador, o promotor e o guardião da vida litúrgica da arquidiocese de Colombo. Como tal, vos convido a refletir sobre os aspectos litúrgicos e eclesiológicos relacionados a esta nova situação e vos peço insistentemente que respeiteis as diretrizes enunciadas na presente circular de efeito imediato. A Eucaristia é a celebração do mistério pascal por excelência dado à Igreja pelo próprio Jesus Cristo. Jesus Cristo é o princípio de toda liturgia na Igreja e por esta razão toda liturgia é essencialmente de origem divina. Ela é o exercício da Sua função sacerdotal e, portanto, não é certamente um simples empreendimento humano ou uma inovação piedosa. Na verdade, é incorreto definí-la uma simples celebração da vida. É muito mais do que isso. É a fonte e o ápice do qual todas as graças divinas enchem a igreja. Este sagrado mistério foi confiado aos apóstolos pelo Senhor e a Igreja cuidadosamente preservou a celebração ao longo dos séculos, dando vida à tradição sagrada e a uma teologia que não cedem à interpretação individual ou privada. Nenhum padre, conseqüentemente, diocesano ou religioso que seja, proveniente de uma outra arquidiocese ou mesmo do exterior, está autorizado a modificar, adicionar ou suprimir qualquer coisa no rito sagrado da missa. Não se trata de uma novidade, mas de uma decisão tomada em 1963 pela Constituição “Sacrosanctum Concilium” (22, 3), a Constituição Dogmática sobre a Sagrada Liturgia do Concílio Vaticano II, posteriormente reiterada várias vezes em documentos como “Sacramentum Caritatis”, de Sua Santidade Bento XVI, e “Ecclesia de Eucharistia” do Papa João Paulo II, de venerada memória. A este respeito, convém mencionar explicitamente alguns elementos: os sacerdotes não estão autorizados a modificar ou improvisar a Oração Eucarística ou outras orações imutáveis da Missa — mesmo quando se trata de dar detalhes sobre um elemento já presente — cantando respostas ou explicações diferentes. Devemos compreender que a liturgia da Igreja é estreitamente ligada à sua fé e sua tradição: “Lex orandi, lex credendi”, a regra da oração é a regra de fé! A liturgia nos foi dada somente pelo Senhor, ninguém mais, portanto, tem o direito de mudá-la; as manifestações do tipo “Praise and Worship” (literalmente “louvor e adoração”, mas aqui diz respeito a uma corrente musical de estilo gospel, NdT) não são permitidos no rito da Missa. A música desordenada e ensurdecedora, as palmas, os longos discursos e os gestos que perturbam a sobriedade da celebração não são autorizados. É muito importante que compreendamos a sensibilidade cultural e religiosa do povo do Sri Lanka. A maioria dos nossos compatriotas são budistas e por este motivo estão habituados a um culto profundamente sóbrio; por sua vez, nem os muçulmanos nem os hindus criam agitação em sua oração. Em nosso país, além do mais, há uma forte oposição às seitas cristãs fundamentalistas e nós, como católicos, nos esforçamos para fazer compreender que os católicos são diferentes dessas seitas. Alguns destes chamados exercícios de louvor e adoração se assemelham mais aos exercícios religiosos fundamentalistas que a um culto católico romano. Que seja permitido respeitar a nossa diversidade cultural e a nossa sensibilidade; a Palavra de Deus prescrita não pode ser alterada aleatoriamente e o Salmo responsorial deve ser cantado e não substituído por cantos de meditação. A dimensão contemplativa da Palavra de Deus é de suma importância. Em alguns serviços para-litúrgicos as pessoas hoje têm a tendência a se tornar extremamente faladoras e tagarelas. Deus fala e nós devemos escutá-Lo; para ouvir bem, o silêncio e a meditação são mais necessários que a exuberância cacofônica; os sacerdotes devem pregar a Palavra de Deus sobre os mistérios litúrgicos celebrados. É expressamente proibido aos leigos pregar durante as celebrações litúrgicas; a Santíssima Eucaristia deve ser administrada com extremo cuidado e máximo respeito, e exclusivamente por aqueles autorizados a fazê-lo. Todos os ministros, ordinários e extraordinários, devem estar revestidos dos ornamentos litúrgicos apropriados. Recomendo a todos os fiéis, inclusive religiosos, receber a comunhão com reverência, de joelhos e na boca. A prática da auto-comunhão é proibida e pediria humildemente a cada sacerdote que a permite que suspendesse imediatamente esta prática; todos os sacerdotes devem seguir o rito da missa como determinado, de modo a não dar espaço a comparações ou opor as Missas celebradas por alguns sacerdotes às outras Missas ditas pelo resto dos sacerdotes; as bênçãos litúrgicas são reservadas exclusivamente aos ministros da liturgia: bispos, sacerdotes e diáconos. Todos podem rezar uns pelos outros. Recomenda-se insistentemente, entretanto, não usar gestos que podem provocar fantasias, confusões ou uma interpretação errônea”.

 

Fonte: Fratres in Unum http://fratresinunum.com/2010/03/04/o-machado-de-dom-ranjith-sobre-os-movimentos-de-renovacao-nao-as-dancas-palmas-arbitrariedades-na-liturgia-louvor-e-adoracao/>

Com quem ficar?

Retiro carismático em Cedro: Imagens que valem mais do que palavras.


Adoração

Momento de descontração e “adoração”. Repare nesta “saudação” que é bem conhecida.

 
Repouso

Momento de “repouso”. Talvez meditando no que ensina um dos Pais da Igreja, Orígenes: “o toque daquele que chamamos Espírito Santo nas suas almas, tornava suas inteligências mais perspicaces e suas almas mais límpidas.” (Orígenes, Contra Celso, VII, 4).

Orígenes combatia sempre a idéia de que sobreviesse ao extasiado uma perda da consciência, como acontecia comumente nos centros pagãos de consulta aos oráculos de sua época. Alguma semelhança?

Publicado em RCC. Tags: , . 1 Comment »

Cantor carismático afirma via twitter: “Prefiro padres, como padres”


O cantor carismático Walmir Alencar visitou o §|Olhar Católico|§ depois de um convite que o enviei via Twitter. Aí ele visualisou o post “Sera que ele caiu nessa tentação?” e começamos o curto debate, vejam:

  • Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Não acho que seja o caso do Pe. Fábio. A fama é apenas uma consequência do bem que ele faz a tantos, inclusive a mim.

  • §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar Ok… perguntar não ofende…

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico A fama de Jesus também se espalhou, diz a Palavra. Creio que a fama só atralha quem não sabe lidar com ela.

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Se o próprio Fundador da Igreja, Jesus Cristo, passou por isso, não vejo o por que de seus representantes não passarem.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar No entanto Walmir, o que o Papa afirma é que "não estão imunes nem aqueles que têm um papel de animação e de governo na Igreja"

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico E o papa que disse isso… não passa também pela fama? Acho que o ele quis dizer é que "saibamos cuidar dessa situação".

     

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Hei, amigo, não fique bravo. Estamos apenas partilhando opiniões. Nada mais. Fica na paz!

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar eu tô calmo…

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Amado, não tem como separar carreira de fama. Pelo menos pra alguns, como o Pe. Fábio. São coisas muito latentes nesse caso.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar e não estamos falando de fama, e sim de carreirismo. E a fama de N. S. Jesus Cristo citada no Evangelho é bem diferente dessa

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar Ok, mas estou apenas expondo o que expôs S.S. Bento XVI sobre os perigos do carreirismo e da fama…

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar não sou eu que estou dizendo, é o Papa

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Entendo. Ele expõe porque é verdade que muitos não sabem lidar com esse fato. Prefiro padres, como padres.

    §|Olhar Católico|§ olharcatolico

    @walmiralencar chegamos então a um denominador comum! Eu também prefiro padres como padres. Aliás, a Igreja ensina isso. Abraço Walmir!

    Walmir Alencar walmiralencar

    @olharcatolico Abraço! Fica na paz! Tamujunto!

     

    Faço questão de repetir o que ele disse: “Prefiro padres, como padres”.

    Ah, eu também Walmir… Eu também! Eu, você a Igreja, Nosso Senhor…

    Tantos “preferem” assim…

    Será que ele caiu nessa tentação?


    CIDADE DO VATICANO, 3 FEV (ANSA) – O papa Bento XVI questionou hoje se os sacerdotes, “que têm um papel de animação e de governo na Igreja”, estariam imunes aos males do carreirismo e da busca pelo poder pessoal.

    A carreira e o poder não serão uma tentação? Uma tentação da qual não estão imunes nem aqueles que têm um papel de animação e de governo na Igreja?“, perguntou o Papa durante a audiência geral desta manhã, realizada na Sala Paulo VI.

    Em seu pronunciamento, Bento XVI retomou o que disse há alguns meses durante a consagração de alguns bispos, quando lembrou-lhes que “não buscamos poder, prestígio, estima para nós mesmos“.

    “Sabemos como as coisas na sociedade civil — e não raro na Igreja — são prejudicadas pelo fato de que muitos daqueles a quem foi conferida uma responsabilidade trabalham para si mesmos e não pela comunidade”, lamentou.

    __________________________________

    A pergunta que não quer calar: Será que o ShowMan caiu nessa tentação?

     

     

     

    Fábio de Melo ou S.S. Pio XI, com quem ficar?


    Fábio de Melo diz:

    “A proposta de Jesus é socialista, né? O socialismo tem sido mal interpretado. Bem aplicada, sem os exageros da antiga União Soviética, a proposta socialista só edifica” (Fonte)

    Fábio de Melo acha o socialismo lindo

    Fábio de Melo acha o socialismo lindo

    O Papa Pio XI diz:

    Papa Pio XI condenou o Socialismo

    Papa Pio XI condenou o Socialismo

    ” (…) O socialismo, quer se considere como doutrina, quer como fato histórico, ou como “ação”, se é verdadeiro socialismo, mesmo depois de se aproximar da verdade e da justiça nos pontos sobreditos, não pode conciliar-se com a doutrina católica, pois concebe a sociedade de modo completamente avesso a verdade cristã. (…) ” (Quadragesimo Anno, nos. 117 e 120)

    “Socialismo religioso, socialismo cristão, são termos contraditórios: ninguém pode ao mesmo tempo ser bom católico e socialista verdadeiro” (Quadragesimo Anno, no. 119)

     

    A pergunta é:

    Com quem ficar?

    Comentários estão abertos… É só responder.

    Não preciso de dizer com quem eu fico, “né”?

    A dança nunca fez parte da Liturgia II


    Dança na Liturgia – Card. Joseph Ratzinger

    A dança não é uma forma de expressão cristã. Já no século II, os círculos gnósticos-docéticos tentaram introduzi-la na Liturgia. Eles consideravam a crucificação apenas como uma aparência: segundo eles, Cristo nunca abandonou o corpo, porque nunca chegou a encarnar antes de Sua paixão; consequentemente, a dança podia ocupar o lugar da Liturgia da Cruz, tendo a cruz sido apenas uma aparência.

    As danças cultuais das diversas religiões são orientadas de maneiras variadas: invocação, magia analógica, êxtase místico; porém, nenhuma dessas formas corresponde à orientação interior da Liturgia do "sacrifício da Palavra". É totalmente absurdo, na tentativa de tornar a Liturgia "mais atraente", recorrer a espetáculos de pantominas de dança, possivelmente com grupos profissionais que, muitas vezes, terminam em aplauso.

    Sempre que haja aplauso pelos aspectos humanos da Liturgia, é sinal de que a sua natureza se perdeu inteiramente, tendo sido substituída por diversão de gênero religioso.

    Joseph Ratzinger, Introdução ao Espírito da Liturgia

    PSL Cedro

    Deus acima de tudo e Cedro para todos!

    FSSPX - Portugal

    Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

    O Legado d'O Andarilho

    opiniões, considerações políticas e religiosas.

    Roberta Acopiara's Blog

    Just another WordPress.com weblog

    Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

    Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

    pregarevangelho

    Só mais um site WordPress.com

    :.:Paródias da Professora Décia:.:

    Paródias de uma professora cedrense!

    Fratres in Unum.com

    Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

    Compartilhar é preciso.

    Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

    §|Olhar Católico|§

    Um Olhar Católico sobre o mundo!

    Pacientes na tribulação

    Apologética católica

    Grupo S. Domingos de Gusmão

    Fiéis Católicos de Maringá

    Missa Tridentina em Brasília

    Santa Missa no Rito Romano Tradicional

    Vida, dom de Deus

    Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

    %d blogueiros gostam disto: