Sobre 12 de abril


Fora

Não interessa como.

Anúncios

Uma república socialista?


Dom Aloísio Roque Oppermann

Arcebispo Emérito de Uberaba (MG)

Se os serviços públicos são geridos por empresas particulares, ou pelo governo, é uma questão de eficiência. Não é de ideologia política. Mas não esqueçamos que os serviços públicos “gratuitos” alguém os precisa pagar. A passagem de ônibus eu posso pagar do meu bolso, diretamente para a companhia particular, que presta esse serviço. Ou eu entrego essa mesma contribuição ao governo, para que ele a administre. Não existe jantar gratuito. O socialismo sempre fascinou a mente humana, porque parece ser mais justo, e atender melhor à parte mais pobre da humanidade. Isto, precisamente, sempre foi o ponto fraco do capitalismo: não ter plano de salvação para os perdedores.  Mas o socialismo carrega consigo uma mancha execrável. Não é capaz de respeitar o que é inerente ao ser humano, que é a sua liberdade. Como não conseguirá jamais se estabelecer com a concordância dos cidadãos, precisa se impor à força. As cabeças de quem pensa, e é cioso em permanecer livre, rolam inexoravelmente. Esse regime é o mais catastrófico da história, tendo assassinado mais de 80 milhões de rebeldes. Tornou-se uma mancha na história da humanidade.

No Brasil, alegremente estamos correndo para os braços das ditaduras. Sem pejo nenhum, e sem falsete no rosto dos nossos dirigentes, temos relações diplomáticas preferenciais com nações, onde as liberdades individuais são uma quimera. As visitas oficiais a certos países, de visceral princípio socialista, são uma constante. A importação de médicos estrangeiros (não quero duvidar de sua competência profissional), tem como objetivo acostumar nossa população com as belezas do socialismo. Os gastos financeiros com doações em favor de nações mais pobres (todas socialistas), são uma constante. Os Black Blocs, quebrando com grande satisfação os Bancos, mostram que já estão infectados com esse vírus, francamente anti-livre mercado. Os que querem os serviços públicos todos gratuitos, vivem de um delírio deplorável. Tudo está sendo feito à luz do sol. Os condutores da nação terão o direito de dizer: “eu avisei”. É muito provável que entre os condenados pelos crimes do mensalão, já se encontrem aqueles que, no futuro, serão os dirigentes da Nação.

http://www.cnbb.org.br/articulistas/dom-aloisio-roque-oppermann/13595-2014-02-04-17-43-48

Padre Marcelo Rossi: “Estamos voltando à Idade Média, o período mais terrível e negro da igreja”


O padre Marcelo Rossi quase nunca fala algo que se aproveite, mas quando fala alguma coisa que preste sempre vem acompanhado de algo pra melar o que disse. Acabo de ler aqui algumas declarações suas sobre a malfadada tentativa da CNBB (ou CNB do B como diria alguns 🙂 ) de revitalizar as moribundas CEB’s. Ao se referir sobre a participação de clérigos na disputa de cargos políticos solta a pérola que intitula este post.

Acho que o padre entende muito de como engordar, emagrecer, educação física, etc. e tal. Mas de História da Igreja anda muito desinformado e “fora de forma”. Acho que ele precisa de uma bela aula de introdução à Idade Média além da leitura de alguns livros sobre o assunto que não sejam seus “Ágape e agapinho” e verificar que a Idade Média não é isso que ele pinta ou lhe pintaram. Haveria muito mais o que falar sobre a Idade Média, aqui, aqui e aqui. Deixo estes poucos exemplos nestes link’s ao leitor para que se deliciem e talvez possa aparecer um discípulo do padre dos “animaizinhos subiram de dois-em-dois” e possa repassar para ele.

Abaixo a tal notícia:

Sacerdote católico mais famoso do país, o padre Marcelo Rossi, 45 anos, se mostrou contra o incentivo às Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) e à candidatura de representantes religiosos a cargos políticos. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, padre Marcelo declarou que as CEBs – que tiveram seu auge nos anos 1980 combinando princípios cristãos a uma visão social de esquerda – apresentam o risco de estimular a “tentação à política”.

Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a igreja quer incentivar as CBEs para recuperar espaço em áreas pobres. “Nas CEBs, acaba se tornando mais política do que social. É mais perigoso a pessoa ter a tentação à política na CEB”, disse o religioso.

Sobre o uso da igreja como plataforma política, o padre fez uma crítica ao que os evangélicos começaram a fazer com a candidatura de pastores. “A Igreja Católica é apartidária, pelo menos deve ser. Os evangélicos, às vezes, determinam em quem votar. Estamos voltando à Idade Média, o período mais terrível e negro da igreja”, disse.

Marcelo Rossi  também se posicionou contra a presença do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara. “Ele nem deveria estar lá, na minha opinião. A partir do momento em que se diz um pastor, não dá para ser ao mesmo tempo um líder político. Acho importante ter uma bancada católica, como existe a evangélica. Mas não acho correto padre, bispo, pastor se candidatarem, porque aí estou transformando um púlpito num palanque”, falou.

The Walking Dead – versão CNBB


Por FABIANO MAISONNAVE

Imagem

Preocupada com a renovação das paróquias, a assembleia dos bispos, que terminou na última sexta, incluiu as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) entre as iniciativas para recuperar a presença da Igreja Católica nas áreas mais pobres, onde perde fiéis para evangélicos.

“É um jeito de fazer com que os leigos lá na base comecem novamente a se articular”, disse d. Severino Clasen, presidente para comissão para o laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ao defender uma CEB menos ideológica.

Surgidas após o Concílio Vaticano 2º (1962-65), as CEBs foram impulsionadas pelo Documento de Medellín (1968) e pela Teologia da Libertação. Ligadas ao PT e movimentos sociais, seu auge foi nos anos 1980, em regiões pobres, com uma crítica que unia princípios cristãos a uma ótica de esquerda.

Em meio à oposição dos papas João Paulo 2º e Bento 16, que nomearam bispos contrários à aproximação com a esquerda, perderam força.

Para o padre Benedito Ferraro, assessor da Ampliada Nacional das CEBs, a volta da discussão é um reconhecimento de parte dos bispos de que a retração abriu espaço para as evangélicas, como a Assembleia de Deus.

Hoje, diz, as CEBs são minoria entre os grupos eclesiais na periferia. Ferraro diz que não há números precisos sobre as CEBs, mas que elas estão presentes em todo o país.

O início da retomada das CEBs foi em 2007, na Conferência do Episcopado Latino-Americano, onde foi aprovado um documento cujo relator foi o bispo argentino Jorge Mario Bergoglio, futuro papa Francisco, com trechos bastante favoráveis às CEBs.

Os elogios, porém, foram diluídos quando o Documento de Aparecida passou por uma revisão da Cúria Romana do papa Bento 16.

“O modo como aconteceu repercutiu negativamente”, disse o bispo italiano de Adriano Vasino. “Isso é um dos problemas que a Igreja está tentando resolver, ter maior transparência em tudo.”

Vasino diz que o tema continua a dividir a CNBB entre “bispos que acreditam claramente nesse modelo” e “outros que, por experiências negativas, resquícios, consideram as comunidades ligadas só ao social ou a ideias descritas como comunistas”.

Defensores das CEBs esperam mais apoio do papa Francisco. Tanto por ter participado do Documento de Aparecida quanto pela defesa de uma “igreja para os pobres” –embora sem viés esquerdista.

A retomada, porém, não deverá ter a mesma força de antes, avalia o ex-arcebispo do ABC, cardeal d. Cláudio Hummes. “[As CEBs] talvez representem uma época, da ditadura militar, e foi aí que o povo conseguiu ter voz”, disse. “Em 30 anos, se faz um longo caminho. Então eu não posso simplesmente repetir o discurso de 1980 nem a prática de 1980 ao pé da letra.”

Mais uma da CNBB


CNBB faz homenagem a Renato Aragão por valores cristãos?

É isso mesmo, a CNBB homenageou o sr. Renato Aragão por contribuir para difundir os valores cristãos… (Quais valores???)

Veja o que encontramos em sua biografia no site wikipedia.org:

Renato Aragão encontra-se no seu segundo casamento, com a fotógrafa Lílian Taranto. Tem uma filha, Lívian (1999), com a atual esposa além de outros quatro filhos do primeiro casamento com Marta Rangel (1936) – com quem Renato viveu por 34 anos (1957-1991): Paulo (1960), Ricardo (1962), Renato Jr. (1968), e Juliana (1977). Dois episódios marcantes evidenciaram o lado religioso de Renato Aragão: o humorista já escalou o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, para beijar a mão da estátua, um sonho que realizou no programa comemorativo de 25 anos, exibido no dia:27 de agosto de 1991, da formação dos Trapalhões, e fez uma caminhada de São Paulo a Aparecida, levando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, para pagar uma promessa feita à santa, dias antes da exibição do projeto:Criança Esperança de julho de 1999.

Renato Aragão, depois de viver 34 anos com sua legítima esposa, abandona-a e junta-se com uma outra mulher 35 anos mais nova

Quais foram mesmo os valores cristãos difundidos por ele?

A maioria dos brasileiros conhece o sr. Renato Aragão, o famoso “Didi” dos trapalhões que durante muitos anos e até hoje promove na TV um humor de baixa categoria, cheio de pornografias e indecências, completamente inadequado para crianças, que são seu público alvo.

Voltando a sua biografia, vemos citado que o sr. Renato Aragão encontra-se em seu “segundo casamento”… Em outras palavras, atualmente ele encontra-se em adultério uma vez que fez o juramento “até que a morte nos separe…” para a sua legítima esposa(Sra. Marta Aragão). Entretanto, depois de 34 anos de casamento ele abandonou sua legítima esposa e atualmente vive com uma outra mulher, em uma prática contrária ao Evangelho e aos mandamentos de Deus. Quem vive assim, caso não se arrependa e continue a viver em estado de pecado, poderá ao morrer, ser precipitado no lago ardente de fogo e enxofre, como diz a palavra de Deus: “Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus.”(I COR 6, 9-10)

Deus ainda avisa que virá julgar e ser Ele mesmo testemunha contra os adúlteros: “Virei ter convosco para julgar vossas questões e serei uma testemunha pronta contra os mágicos, os adúlteros, os perjuros, contra os que retêm o salário do operário, que oprimem a viúva e o órfão, que maltratam o estrangeiro e não me temem – diz o Senhor.” (MAL 3, 5)

O Senhor pede para todos honrarem o matrimônio e não macularem o leito conjugal:
“O matrimônio seja honrado por todos, e o leito conjugal, sem mancha; porque Deus julgará os fornicadores e os adúlteros.”(HEB 13, 4)

Recentemente também vimos o sr. Renato Aragão envolvido em uma polêmica na qual, supostamente, ele era o protagonista de um filme que tinha por enredo: “Jesus fracassou!”… Que graça a pressão dos cristãos o mesmo foi obrigado a recuar e disse que não mais iria fazer o filme(pelo menos por enquanto). Vejam detalhes aqui:http://reporterdecristo.com/pressao-dos-cristaos-faz-renato-aragao-desistir-de-filme-enredo-jesus-fracassou/

Nós católicos gostaríamos de saber o real motivo dessa homenagem tão contraditória, pelo que vimos na biografia do sr. Renato Aragão citada acima e dos demais trabalhos anti-cristãos promovidos e defendidos por ele, como os brasileiros conhecem…

O texto abaixo foi retirado de Contigo! Online

Renato Aragão e Raí são homenageados pala CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil reconheceu sete personalidades que contribuíram para difundir valores cristãos

Renato Aragão e Raí são homenageados pala CNBB

Renato Aragão e Raí são homenageados pala CNBB

Nesta terça-feira (14), Renato Aragão e Raí foram um dos homenageados pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por contribuírem para difundir valores cristãos através de suas ações. Renato recebeu o reconhecimento por seu trabalho no Criança Esperança, e o ex-jogador Raí, por sua fundação Gol de Letra. O evento, que aconteceu no Museu de Arte Sacra de São Paulo, também homenageou o cantor Roberto Carlos(representado pelo filho Dudu), a apresentadora Ana Maria BragaZilda Arns(representada pelo filho Nelson Arns), a beata Irmã Dulce(representada pela sobrinha Maria Rita) e o publicitário idealizador do projeto Anjinhos do BrasilSergio Valente.

O presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno, abriu a cerimônia e, junto ao secretário-geral Dom Leonardo Steiner e ao arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, entregou esculturas em forma de asas de anjos para os homenageados. Emocionado, Renato Aragão disse que ficou surpreso e lisonjeado ao receber o convite do padre Valdeir Goulart. O evento ainda marcou o lançamento do projeto Anjinhos do Brasil, uma plataforma multimídia de evangelização para crianças de dois a oito anos de idade, que tem o objetivo de ensinar os valores da religião de maneira divertida na fase que vai do batismo até a primeira comunhão. (JA)

Dom Leonardo, Dom Odilo, Dom Damasceno e Pe. ValdeirDom Leonardo, Dom Odilo, Dom Damasceno e Pe. Valdeir
Deixe seu comentário… O que você acha dessa homenagem?
Diz um santo: “Nada mais desleal que falar bem e viver mal.”
Publicado em Polêmicas. Tags: . 3 Comments »

Esta é bem melhor que o “grito dos excluídos”:


Fonte: Diário de Pernambuco

26/09/2010 | 14h07  |  Boa Viagem

Sessenta mil pessoas vão às ruas contra o aborto

 

Sessenta mil pessoas vão às ruas contra o aborto Imagem: Adíra Sene/ DP/D.A BR
Imagem: Adíra Sene/ DP/D.A BR

Cerca de 60 mil pessoas participaram hoje 4ª Caminhada Arquidiocesana Sim à Vida. Promovido pela Arquidiocese de Olinda e Recife, através da Comissão Pastoral para a Vida e a Família, em sintonia com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na orla de Boa Viagem, o evento teve o objetivo de sensibilizar a população para a necessidade de lutar contra a legalização do aborto no Brasil.

Cinco trios elétricos participaram do cortejo, contando com a participação de artistas como Nando Cordel, Silvério Pessoa e Israel Filho. O arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido participou ativamente, caminhando ao lado das pessoas. A animação ficou por conta do frei Damião Silva e banda Guerreiros na Fé, Chiquinho de Jesus e Banda, Tribos de Jacó, Coração Novo e Banda Luz.

A caminhada faz parte da Semana da Vida, realizada de 1º a 7 de outubro, período em que serão feitas, em todo o país, ações que ajudem a valorizar a vida humana em todas as suas etapas. Além de abordar a defesa da vida em todas as suas fases, o evento tratará de temas como a preservação do meio ambiente, o combate às drogas e à violência.

Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Publicado em Aborto. Tags: , . Leave a Comment »

Grito dos Excluídos segundo Frei Rojão


Vão gritar é no Inferno!

Frei Rojão, fale do grito dos excluídos, patrocinado estranhamente pela CNBB, mas não pelos (bons) bispos?
Frei Rojão responde
  
O verdadeiro e único Grito dos Excluídos ocorre no Inferno! 
 
São os excluídos da graça pelo pecado, pelas suas decisões!
 
Lá ouvirão gritos, choro e ranger de dentes. Verão os condenados banhados em lágrimas, lava, fumo, fogo e enxofre, onde um segundo será como mil anos de dores, onde tudo será agonia e desesperança, infelicidade angústia, – sem mitigação, sem alívio, sem retorno…
 
Verão os demônios, castigadores mas também condenados, maldizendo a Trindade, trincando os dentes em sua punição e tirando desforra mesquinha perdendo os homens, flagelando aqueles mesmos que enganaram em vida.
 
É no Inferno que ocorre o verdadeiro Grito dos Excluídos. E quem participar da pantomima de todo sete de setembro, prostituição heterodoxa, escandalosa e comunista, vai parar é lá mesmo! E os bispos que o apoiam estão destinados também à Geena, para serem atirados de cabeça para baixo na lava, com os pés amarrados, vão passar a gritar no colo de Satanás, pastores malditos que são.
 
Senhor, mantenha-me sempre entre os incluídos da tua economia da salvação!!!
 
 
FSSPX - Portugal

Tudo por amor a Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Movimento Magistrados para a Justiça

"Uma visão conservadora de temas relacionados ao Direito"

O Legado d'O Andarilho

opiniões, considerações políticas e religiosas.

Roberta Acopiara's Blog

Just another WordPress.com weblog

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

Blog do Curso Técnico em Informática do IFCE - Campus Iguatu

pregarevangelho

Só mais um site WordPress.com

:.:Paródias da Professora Décia:.:

Paródias de uma professora cedrense!

Fratres in Unum.com

Ecce quam bonum et quam jucundum habitare fratres in unum.

Compartilhar é preciso.

Sinta-se livre para conhecer, aprender e compartilhar

§|Olhar Católico|§

Um Olhar Católico sobre o mundo!

Pacientes na tribulação

Apologética católica

Grupo S. Domingos de Gusmão

Fiéis Católicos de Maringá

Missa Tridentina em Brasília

Santa Missa no Rito Romano Tradicional

Vida, dom de Deus

Gratiam tuam, quaesumus, Domine, mentibus nostri infunde; ut qui, angelo nuntiante, Christi Filii tui encarnationem cognovimus, per Passionem eius et Crucem, ad Resurrectionis gloriam perducamur. Per eumdem Christum Dominum nostrum. Amen.

%d blogueiros gostam disto: